Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Sociais Aplicadas > Serviço Social

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0

Trabalho em Destaque

Título: Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber

Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber, aplicadas na Empresa Bradesco S/A. São Paulo 2009 Sumário 1Introdução 2Frederick Winslow Taylor4 2.1Princípios de Taylor 3Henry Ford 4Jules Henri Fayol 4.1Princípios Básicos 4.2Funções Administrativas 5Maximillian Carl Emil Weber 5.1Analise da Obra 5.2Princípios…


Publicidade



Publicidade

Assistencialismo e Assistência Social

Trabalho enviado por: Simone Marques

Data: 14/10/2007


Assistencialismo e Assistência Social

Faculdade de Serv. Social Santa Luzia
2007


O texto “Assistência – Assistencialismo: a busca da superação da questão” aborda a forma de assistência prestada pelo Estado, as dificuldades dos usuários que precisam dessa assistência e o papel do Assistente Social e suas limitações diante desse quadro.

Os Assistentes Sociais têm uma visão limitada em relação á prática de assistência em sua profissão, na realidade essa prática é vista como um favor revestido em auxílio financeiro ou em determinadas outras formas de ajuda, cuja finalidade é diminuir as questões socais emergenciais quer sejam particulares ou coletivas.

A ação assistencial passa a ser vista como uma forma de amor à sociedade e por esse motivo não se faz necessário à presença de um profissional, podendo ser praticada por qualquer pessoa que se compadeça com a questão social vivenciada por um indivíduo ou determinado grupo de pessoas.

Por outro lado a ação assistencial é vista pelos leigos somente através de seus resultados imediatos, não sendo levado em conta suas soluções de longo prazo.

Nos casos em que o Assistente Social está presente diretamente, ele traduz com fidelidade o papel de “cuidador” exercido pela ação assistencial praticada pelo Estado.

As ações assistenciais são reprimidas pois elas repetem a tutela e não conseguem acabar com o ciclo da pobreza, esse fato ocorre pois a assistência é voltada para a facilidade de manobra social, ficando assim entre a marginalização e a integração social.

Com a elevação das classes sociais o Assistente Social deveria voltar-se para a integração e a promoção da população, realizando assim u processo de desenvolvimento dando assim oportunidades iguais para toda a sociedade, com isso haveria uma diminuição nos índices de pobreza e os programas sócias passariam a atender a situações emergenciais, que poderiam ser melhores...

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town