Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Sociais Aplicadas > Pedagogia

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0

Trabalho em Destaque

Título: Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber

Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber, aplicadas na Empresa Bradesco S/A. São Paulo 2009 Sumário 1Introdução 2Frederick Winslow Taylor4 2.1Princípios de Taylor 3Henry Ford 4Jules Henri Fayol 4.1Princípios Básicos 4.2Funções Administrativas 5Maximillian Carl Emil Weber 5.1Analise da Obra 5.2Princípios…


Publicidade



Publicidade

Origem da Ontologia: Parmênides e Aristóteles

Trabalho enviado por: Silvana Rodrigues Bueno

Data: 22/04/2003

A cosmologia buscava a explicação para a mudança das coisas para a passagem de uma algo para outro modo, dia vira noite, multiplicidade, mudança, oposição entre eles.

Parmênides tornou a cosmologia impossível ao afirmar que o pensamento verdadeiro exige identidade e não a transformação ou mudança. O ser é único, a verdade não admite pluralidade, a lógica, o mundo sensível é ilusório, o real são as idéias, onde a Filosofia via da verdade nega as aparências. O ser não pode ser múltiplo (Escola Aleata).

O SER é eterno sem começo e sem fim (idéias) se o SER mudasse tornar-se-ia um NÃO SER e desapareceria, o ser imutável é uma ilusão de nossos sentidos, perceber é contemplar a realidade, O SER (idêntica a si mesmo).
Aparências são ilusões dos sentidos, mudanças, nascer, crescer, morrer. Ao abandonar as aparências a Filosofia passou da cosmologia a ontologia (ontologia, filosofia primeira).

Platão e o mundo das essências, onde a matéria é imperfeita e não consegue manter sua identidade, ela é contraditória e só podemos com isso ter opiniões contrárias.

A Filosofia deve se ocupar com o mundo verdadeiro invisível ao sentido e visível apenas ao puro pensamento.

A diferença da ontologia de Parmênides e Platão está no fato de que Parmênides afirma que o mundo sensível das aparências, ou seja, o NÃO SER não existe, não tem realidade alguma, é nada, ao passo que para Platão o NÃO SER pose ser explicado como consistir em uma sombra do SER VERDADEIRO, é o diferente do ser, nos causa erros, é falso, é uma ilusão.

Parmênides paralisava a Filosofia, e Platão quebrou essa unicidade dividindo o mundo em duas partes, (ontologia platônica).O mundo sensível, de mudanças, sombras, pseudo-ser, não ser.

O mundo inteligível, permanente, intelecto, puro sem interferências, mundo das essências, idéia existe é uma essência ,idêntica, eterna, imutável, conjunto de qualidades, predicados verdadeiros.

As coisas sensíveis são imagens das...

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town