Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Sociais Aplicadas > Pedagogia

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0

Trabalho em Destaque

Título: Áreas de Atuação da Contabilidade

CIÊNCIAS CONTABEIS                     Áreas de atuaçÃo da contabilidade                           Porto Nacional 2012   DOUGLLAS VICTORELLE PEREIRA AIRES    …


Publicidade



Publicidade

Arte terapia na escola

Trabalho enviado por: Jamile Gebara

Data: 29/08/2007

ARTE TERAPIA: ARTE COM ARTE NA ESCOLA


Resumo: o presente artigo relata um breve histórico sobre a arte terapia , bem como seu emprego em sala de aula a fim de superar as dificuldade de leitura e escrita.


Um breve histórico

O termo Arte-Terapia surge pela primeira vez em 1945 no primeiro livro publicado por Adrian Hill, Art vs Illness (Arte versus Doença). Adrian Hill, artista inglês, esteve internado num sanatório para tratar uma tuberculose. Durante o longo período de evolução da sua doença e reabilitação, numa época em que os recursos para a combater eram escassos, ele passou o tempo a pintar. Os médicos que o assistiam puderam observar uma aceleração na sua recuperação e um estado geral de bem estar manifesto. Após o seu restabelecimento, eles convidaram-no a regressar para fazer pintura com os pacientes do sanatório. Desde esses acontecimentos a Arte-Terapia evoluiu significativamente, tanto do ponto de vista dos modelos que a caracterizam, das formações existentes, como dos países em que é reconhecida. Basta dizer que a Arte-Terapia é um dos meios terapêuticos reconhecido e subvencionado pelo sistema de saúde britânico. Ela é, a título de exemplo, uma valência terapêutica reconhecida pela Associação Internacional para o Tratamento da Esquizofrenia.

O interesse despertado pela relação entre arte e terapia já vem de longe e são inúmeros os precursores que se podem encontrar ao longo dos tempos. Tanto a psiquiatria do Séc. XIX como a psicanálise do Séc. XX ficaram fascinadas com a recolha de sinais e símbolos, independentemente de estes serem a manifestação de sintomas de quadros clínicos ou a representação - segundo uma grelha fundamentada na interpretação - de complexos descritos por Freud.

Muitos manifestaram interesse na arte como veículo de expressão psicopatológica ou não, como Charcot, Freud, Morgenthaler, Prinzhorn, Jung e outros. Aquilo que caracteriza a Arte-Terapia é...

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town