Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Outras > Colegial

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0

Trabalho em Destaque

Título: Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber

Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber, aplicadas na Empresa Bradesco S/A. São Paulo 2009 Sumário 1Introdução 2Frederick Winslow Taylor4 2.1Princípios de Taylor 3Henry Ford 4Jules Henri Fayol 4.1Princípios Básicos 4.2Funções Administrativas 5Maximillian Carl Emil Weber 5.1Analise da Obra 5.2Princípios…


Publicidade



Publicidade

Ritmos Carnavalescos

Trabalho enviado por: Rayan

Data: 20/04/2006

Ritmos Carnavalescos


Frevo

Musicalmente falando, o frevo é genuinamente pernambucano e originou-se no século XIX, a partir da mistura do repertório das bandas militares da época, misturado com ritmos como o maxixe, a modinha, a polca e o tango.

Na década de 30, devido à popularização do ritmo pelas gravações de discos e pela transmissão em programas de rádio, o frevo passou ser dividido em três estilos: o frevo-de-rua, que é puramente instrumental; o frevo-de-bloco, executado por Orquestras de Pau e Corda e com letras, em sua maioria, saudosas, interpretadas, muitas vezes, por coral feminino; e o frevo-canção, que também é cantado, mas possui uma introdução instrumental e trata de temas diversos.

Já a dança tem origem nos antigos desfiles de rua, quando alguns capoeiristas ficavam na frente dos instrumentistas para defendê-los, dançando ao ritmo das músicas. Os movimentos da capoeira, então, geraram alguns passos do frevo como a tesoura, o ferrolho, a pernada e outros.


Caboclinho

O caboclinho é uma manifestação popular de origem indígena bastante tradicional em Pernambuco. A cidade de Goiana, que fica a 65 Km do Recife, é um grande celeiro dessa manifestação. Lá, existem os principais grupos do gênero como o Sete Flexas, o Canindé, o Caetés e o Tabajara.

ritmo tem como base o pífano, o ganzá e a caixa de surdo e os passos da coreografia são marcados pelo som do arco e flecha dos integrantes que se vestem com tanga e cocar de penas.

Ciranda

A ciranda é uma dança típica das praias, mais precisamente daquelas situadas ao norte de Pernambuco. Porém, sua origem não se restringe ao litoral. Verificou-se que seu surgimento ocorreu, simultaneamente, tanto na zona litorânea quanto em certas áreas, mais interioranas, da Zona da Mata Norte. Nos primórdios, o ambiente de apresentação restringia-se aos locais populares como as beiras de praia, os terreiros de bodega, pontas de rua, etc. Seus participantes eram basicamente trabalhadores rurais, pescadores, operários de construção, biscateiros, entre outros. É uma manifestação bastante comunitária, não tendo nenhum preconceito quanto ao sexo, cor, idade,...

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town