Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Humanas > Direito

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0

Trabalho em Destaque

Título: História da Fotografia

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA   Imagem e Cognição Desde os primórdios da humanidade a imagem vem sendo utilizada como meio de expressão da realidade, como temos relatos científicos das pinturas rupestres ainda em tempos pré-históricos. No entanto, sua evolução foi bem…


Publicidade



Publicidade

Emile Durkheim – Vida, Obra e Trajetória

Trabalho enviado por: Vladimir de Souza

Data: 23/03/2006

EMILE DURKHEIM: VIDA, OBRA E TRAJETÓRIA


Emile Durkheim nasceu em Épinal, que fica exatamente entre a Alsácia e a Lorena, a 15 de abril de 1858, vindo a falecer em 1917. De família judia, seu pai era rabino e ele próprio teve seu período de misticismo, tornando-se agnóstico após sua ida para Paris. No Lycée Louis-le-Grand, preparou-se para o Baccalauréat, que lhe permitiu entrar para a École Normale Supérieure.

Na Normale vai se encontrar com alguns homens que marcaram sua época. Ali se tornara amigo íntimo de Jaurès e foi colega de Bergson. Dois colegas que se notabilizaram: o primeiro como filósofo, mas sobretudo como tribuno, líder socialista, que se popularizou como defensor de Dreyfus; o segundo, filósofo de maior expressão, adotou uma linha menos participante e muito mística, apesar de permanecer no index do Vaticano, e alcançou os píncaros da glória, nas Academias, no Collège de France, na Sociedade das Nações e como Prêmio Nobel de Literatura em 1928.

Durante os anos em que ensinou Filosofia em vários liceus da província, volta seu interesse para a Sociologia. A França, apesar de ser, num certo sentido, a pátria da Sociologia, não oferecia ainda um ensino regular dessa disciplina, que sofreu tanto a reação antipositivista do fim do século como uma certa confusão com socialismo – havia uma certa concepção de que a Sociologia constituía uma forma científica de socialismo.

Para compensar essa deficiência específica de formação, Durkheim tirou um ano de licença (1885-86) e se dirigiu à Alemanha, onde assistiu aulas de Wundt e teve sua atenção despertada para as "ciências do espírito" de Dilthey, para o formalismo de Simmel, além de tomar conhecimento direto da obra de Tönnies. Mas é surpreendente verificar-se que, apesar de certa familiaridade com a literatura filosófica e sociológica alemã, Durkheim não chegou a tomar conhecimento da obra de Weber – e foi por este desconhecido também.

Achava-se, portanto, plenamente habilitado para iniciar sua carreira brilhante de professor universitário, ao ser indicado por Liard e Espinas para ministrar as aulas de Pedagogia e Ciência Social na Faculté de Lettres de Bordeaux, de 1887 a 1902. Foi este o primeiro curso de Sociologia que se ofereceu numa universidade francesa, tendo sido, pelo prestígio que lhe emprestou Durkheim, transformado em Chaire Magistrale em 1896. Nessa cidade, tão voltada para o comércio do Novo Mundo, florescera um espírito burguês e republicano, simultâneo com a manutenção do racionalismo cartesiano.

O jovem mestre encontrou condições adequadas para produzir o grosso de sua obra, a começar por suas teses de doutorado. A tese principal foi De la Division du Travail Social, que alcançou grande repercussão: publicada em 1893, foi reeditada no ano em que deixou Bordeaux (1902) . A tese...

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town