Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Sociais Aplicadas > Pedagogia

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0

Trabalho em Destaque

Título: Tubos e conexões

Tubos e conexões Unoesc 2009 Sumário Introdução 1 Tubulações 2.1 Tubos de PVC 2.2 Tubos de Aço Carbono 2.4 Tubos de Cobre 2.5 Tudo de Polietileno (PE) 2.6 Tubos e Conexões de Ferro Fundido 2.7 Tubos de Concreto. 2.8 Tubos…


Publicidade

Relação de Trabalho e Capitalismo

Trabalho enviado por: Wagmer Souza Amorim

Data: 26/08/2004

Relação de Trabalho e Capitalismo


INTRODUÇÃO

Neste trabalho demonstraremos em cinco teses a relação de trabalho com o homem, as relações sociais com as relações capitalistas, de como a sociedade vive em torno deste modo capitalista, distinguir a diferença de valor de uso e valor de troca com concepção sobre a crise do trabalho e o envolvimento do trabalho concreto e abstrato dentro da sociedade.


DESENVOLVIMENTO

PRIMEIRA TESE

Há autores que defendem a perda da centralidade da categoria trabalho na sociedade contemporânea, há ressalvas uma vez que a busca pela qualificação, pela intelectualização do trabalho fabril e da perda desta centralização. Ainda que haja uma redução quantitativa, o trabalho abstrato cumpre papel decisivo no valor de troca. Isso se deve ao fato de o trabalho humano interagir com os meios de produção.

O assunto da crise da sociedade do trabalho é preciso recuperar a diferença marxiana feita entre trabalho concreto e trabalho abstrato, onde o trabalho humano de abstrato cria o valor da mercadoria e o gasto de força humana de trabalho útil e concreto produz valores de uso.

No universo da sociabilidade produtora de mercadorias, finalidade básica é a criação de valores de troca, o valor de uso das coisas é minimizado, reduzido e subsumido ao valor de troca. Mantém somente enquanto condição necessária para a integralização do processo de valorização do capital, do sistema produtor de mercadorias. O resultado da dimensão concreta do trabalho é também por inteiro subordinada à sua dimensão abstrata. Quando se fala da

crise da sociedade do trabalho, é necessário qualificar de que dimensão se está tratando em uma crise da sociedade do trabalho abstrato ou crise da sociedade do trabalho concreto.

A crise do trabalho abstrato pode ser esclarecida, com a redução do trabalho vivo e a ampliação do trabalho morto, há pelos menos duas formas diferentes de compreensão da crise da sociedade do trabalho abstrato, aquela que acha que o ser que trabalha não desempenha mais o papel estruturante na criação de valores de troca, na criação de mercadorias e aquela que critica a sociedade do trabalho abstrato pelo fato de que este assume a forma de trabalho...

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town