Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Humanas > Administração

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0

Trabalho em Destaque

Título: História da Fotografia

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA   Imagem e Cognição Desde os primórdios da humanidade a imagem vem sendo utilizada como meio de expressão da realidade, como temos relatos científicos das pinturas rupestres ainda em tempos pré-históricos. No entanto, sua evolução foi bem…


Publicidade



Publicidade

Sistema Fechado e Sistema Aberto

Trabalho enviado por: Eliana de Souza

Data: 22/04/2003

SISTEMA FECHADO E SISTEMA ABERTO


A Revolução Urbana, O Desenvolvimento intelectual do homem e a Revolução Tecnológica levaram a uma interação na sociedade e entre as organizações, surge portanto a necessidade de planejar, organizar, dirigir e controlar, surge o processo administrativo. A Teoria Geral da Administração faz o estudo desta em geral, os seus princípios e a sua atualidade. O estudo se dá em dois âmbitos, o do Sistema Fechado e o do Sistema Aberto.


SISTEMA FECHADO

Sistema que analisa somente a organização internamente, não visando o ambiente em que esta se encontra.

Tinha como grande meta a obtenção da perfeita eficiência industrial e por isso objetivava deste modo a perfeição na empresa. Era preciso então fazer o desenvolvimento de uma verdadeira ciência da administração , uma seleção científica do trabalhador, uma divisão eqüitativa do trabalho entre gerência e trabalhador, achando que com isso conduziria a máxima eficiência e consequentemente a maiores lucros e salários, foi criada a Organização Racional do Trabalho iria evitar as concepções empíricas, antes utilizadas. Detinha-se de uma imensa preocupação com a racionalização do trabalho operário, isto é tudo o que se realizava dentro da empresa era visando o lucro. E para uma perfeita Organização Racional do Trabalho eram necessários que certos pontos fossem atingidos, era preciso realizar uma Análise do Trabalho e fazer um Estudo dos tempos e movimentos (observar a rotina de um trabalhador e criar um tempo padrão para os atos e execução destes e fazer desta forma o controle dos passos dos operários, eliminando os movimentos indesejáveis), Fazer um Estudo da Fadiga Humana (o cansaço era redutor da eficiência e gerava uma produção ruim), Dividir o Trabalho e Especializar o Operário (operário a realizar uma tarefa ou tarefas simples e elementares, afim de elevar a sua produtividade, pois quanto maior a especialização, maior a eficiência), Desenhar Cargos e Tarefas ( Criar Métodos de Executar as Tarefas e as relações com os demais cargos existentes, a subordinação, estes cargos e tarefas são desenhados para uma execução automatizada pelo trabalhador, "manda quem pode e obedece quem tem juízo"), Criar incentivos salariais e prêmios de produção( as pessoas trabalham por dinheiro, portanto, ganha mais quem produz mais), A Visão do Homo Economus (as pessoas são influenciadas exclusivamente por recompensas salariais, econômicas e materiais, outras recompensas não irão encontrar, somente recompensas em dinheiro), Condições de Trabalho (existir uma adequação de instrumentos e ferramentas para grantir a eficiência, tudo para que a produçã ficasse da melhor forma possível), Criar uma Total Padronização (métodos, processos de trabalho e máquinas comuns as empresas como normas, pois deste modo ficaria mais simples e existiria uma enorme redução nos custos) e Realizar uam Supervisão Funcional (a divisão do trabalho e a especialização no nível dos supervisores e chefes).

Foi criado os princípios da Administraçào que foram:

  • Planejamento: Substituir o emprismo práticopoa atos mais bem definidos, com esse modo ficaria mais fácil ;
  • Preparo: Deixar o ambiente de trabalho (físicas, equipamentos e humanos) otimizado para gerar a eficiência, uma especialização dentro do tempo padrão ;
  • Controle: é a ação de gerenciar, os supervisores vão controlar e os operários irão fazer, é a relação Intelectual x Manual para garantir que tudo esteja correndo bem ;
  • Execução: Depois de estabelecidos os padões tudo deve ser executado.

O Sistema Fechado é formado por metas e objetivos bem racionais e a Teoria Clássica sugere o uso de alguma funções na empresa para melhor executar os atos são as funções técnicas (produção e gerenciar todas as outras), comerciais (comércio dos bens e serviços), financeiras (capitalismo), segurança (bens e funcionários), contábeis (contabilidade na empresa). É feita uma Abordagem Incompleta da Organização pois por dar ênfase demais a estrutura, tarefas e principalmente a eficiência produtiva(gerar lucro) não analisa os problemas humanos, não vê a organização como um todo, limitava-se apenas a produção. É preciso ir além e estabelecer as condições e normas dentro das quais as funções do administrador devem ser aplicadas e desenvolvidas.

O Homem é visto como uma máquina - mecanicismo- , o homem tem que executar plenamente tudo o que realiza pra a garantir a máxima eficiência possível e portanto a maiores lucros e maiores salários. Existia uma visão microscópica do homem pois o "topo" não queria saber se este tinha ou não potencial, queria apenas que ele executasse o seu trabalho em que já estava super especializado.

Para manter a ordem na empresa era necessário utilizar e seguir as seguintes diretrizes: Divisão do trabalho que consistia na especialização das tarefas e das pessoas para aumentar a eficiência; Autoridade e Responsabilidade que dizia que quem tem autoridade é o dono da produção; Disciplina (fundamental para todos), Ter uma Unidade de Comando (um único chefe que é quem detêm o capital, dono da empresa, baseiam-se na igreja e no militarismo), Unidade de Direção (objetivo único que eras maior produtividade, portanto lucro), Subordinação dos interesses individuais os interesses gerais (um conceito de conflito, só que a empresa não pensa só no seu e também no interesse da sociedade, é a relação Explorados x Exploradores), Criar a Remuneração do Pessoal (um tipo de plano para cargos e salários que visava manter a ordem). Assim a Teoria Clássica caracterizou-se pelo seu plano de enfoque prescritivo e normativo.

A Unidade de Comando representa o topo de uma estrutura piramidal, isto é, uma hierarquia existente na empresa que podia comunicar-se de duas maneiras:

  • Comunicação Vertical: dirigi-se de cima para baixo, o maior nível de autoridade e responsabilidade pertence ao escalão mais alto;
  • Comunicação Horizontal: comunicação de uma sessão, um departamento com o outro pois é preciso estabelecer as tarefas, um é relacionado com o outro, mas mesmo que exista esse contato as ordens de cima (comunicação vertical) é que define, não altera.

Existe uma Supervalorização da Organização Formal, supervaloriza o poder do dono (conceitos de Fayol), há uma forma piramidal de ver as coisas que gera a Abordagem simplificada da Organização.

A partir das Experiências de Hawthorne (fatores psicológicos influenciam mais do que as condições físicas a produção), na Teoria das Relações Humanas, surgiu a necessidade de humanizar e democratizar a Administração, surge a Abordagem Humanística. Esta valoriza as pessoas, antes a valorização mor era dada as tarefas (Escola Científica) e na Estrutura Organizacional (Escola Clássica), será observados os fatores psicológicos e sociológicos dos homens (Introdução da Psicologia e da Sociologia, chamada então de Psicologia Industrial), o homem não será mas visto como máquina. É feito portanto uma divisão dentro da empresa, a Organização Formal (cadeia de comando, hierarquia, visão mecanicista) e a Organização Informal.

A Organização Informal é a relação entre as pessoas e tem um papel preponderante dentro da empresa, os grupos quebravam a lógica da Racionalidade de Taylor e Fayol, criaram entre si um pacto em que ninguém ultrapassava a produção (existia um nível padrão), e quando o fazia era punido sendo isolado e ridicularizado .

Esses grupos se chamam Grupos Informais por analisar aspectos relativos as pessoas e em algumas empresas vão servir de embrião para os sindicatos (embora já existissem desde os tempos de Taylor, vão utilizar somente para melhor organizar-se), mas em nenhum momento irão questionar a Organização Formal (Divisão de Tarefas, Estrutura Organizacional) pois esta ficava de marcação já que se o grupo informal ditar todas as regras pode prejudicar a empresa cuja forma obedecia a essa Estrutura Organizacional. Eram constituídos de pessoas com metas e objetivos em comum e tinham como lógica principal motivar as pessoas e aumentar a produção por meio dos contatos sociais e pela humanização da produção.

Foram os grupos informais que introduziram o conceito de liderança dentro da empresa. O líder era a pessoa escolhida por todos, o líder era quem podia lhes dar a maior assistência e orientação (escolhia ou ajudava o grupo a escolher os rumos e as melhores soluções para os seus problemas) para que alcance os objetivos. Essa Liderança pode ser classificada de várias formas de acordo com Teoria distintas. Segundo a Teoria de Traços de Personalidade o líder podia ser escolhido pelos traços físicos, pelos traços intelectuais, pelos traços sociais e/ou por traços relacionados com as tarefas, mas essas teorias tiveram descrédito e perderam a importância. Segundo a Teoria sobre os Estilos de Liderança (a mais conhecida e que explica a liderança por meios do tipo de comportamento), o líder apresenta-se como o líder autoritário (controla as pessoas e o cumprimento do que determina, não liga para as opiniões alheias), como o líder democrático (é um membro, não domina, centraliza a opinião de todos) ou como o líder liberal (delega totalmente as decisões do grupo e deixa-os totalmente a vontade e sem controle algum, ocupa o cargo e nada mais). Segundo a Teoria Situacional da Liderança não existe um modelo definido de liderança, é de acordo com a situação, tem um contexto mais amplo em...

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town