Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Humanas > Administração

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0

Trabalho em Destaque

Título: Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber

Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber, aplicadas na Empresa Bradesco S/A. São Paulo 2009 Sumário 1Introdução 2Frederick Winslow Taylor4 2.1Princípios de Taylor 3Henry Ford 4Jules Henri Fayol 4.1Princípios Básicos 4.2Funções Administrativas 5Maximillian Carl Emil Weber 5.1Analise da Obra 5.2Princípios…


Publicidade



Publicidade

Organizações e Métodos do Século XXI

Trabalho enviado por: José Paulo dos Santos

Data: 21/08/2004

O O&M DO SÉCULO XX E SÉCULO XXI

SANTOS

2004


INTRODUÇÃO

Ontem o profissional de Organizações e métodos se enfocava em manter a eficiência do pessoal, seu desenvolvimento organizacional. Mudança em crenças, atitudes e a estrutura organizacional era uma de suas referencia como especialista. Com rápidas mudanças, rapidez nas informações, surgimento e valorização de algumas áreas com informática, recursos humanos o profissional necessita também desenvolver sua capacidade de flexibilização, competência social e inteligência dentro de um comportamento organizacioanal. Conceitos e algumas comparações com o ‘Organizador’ de ontem e o de hoje, suas novas tendências, o uso de usa inteligência emocional, competência social, como foi mencionado anteriormente é grande parte do que esta mencionado nesta obra, que demonstra as transformações que esse profissional vem adquirindo.


1. TÉCNICAS AUXILIARES DE ORGANIZAÇÕES E MÉTODOS

Para opinarmos sobre os conceitos de Administração e Organização, escolhendo aquele que, a nosso ver, é o melhor, cumpre, preliminarmente, para mais fácil entendimento da exposição que seguirá, firmamos nossa posição quanto ao conceito de O & M.

O O & M levou a diversas definições sucintas, como: "para promover a eficiência do pessoal"; "Para reduzir o pessoal" ou fazer mais trabalho pelo mesmo custo", "Uma função especializada que se estabeleceu para aconselhar na introdução de novos métodos de administração e estrutura de organização que reduzam os custos sem impor um esforço insuportável ou causar danos reais à estrutura social da empresa".

Em muitas organizações, elas pertencem á esfera de grupos de pessoas diferentes; muitos de rever a estrutura organizacional são entregue ao Departamento de Pessoal ou, no próprio serviço público, uma seção especial nas instituições.

O problema do especialista que vê tudo, em termos de sua própria capacidade, está caracterizado pelo analista de sistemas, que submete toda e qualquer situação á pergunta: "Como posso levar este sistema ao computador?" em vez de: "O que há de errado neste sistema? E o computador será o remédio adequado? O analista e treinado em técnicas em técnicas de analise gerais é mais suscetível de diagnosticar os defeitos do departamento e de decidira configuração de especializações que os corrigiram – um poderoso argumento para o maior desenvolvimento das equipes interdisciplinares em administrações (os grifos são nossos). Entretanto, se partimos do principio de que o pessoal de O & M, com limitado conhecimento de outras disciplinas de administração, está realizando a tarefa – e é este o caso, freqüentemente – então existe outro modo de interpretar a meta de "organização" do titulo.

Posto isto, conceituemos como são algumas modernas técnicas auxiliares de O & M do século XX e XXI.

1.1 DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL

O desenvolvimento Organizacional (DO) é uma resposta à mudança, uma complexa estratégia educacional que tem por finalidade mudar crenças, as atitudes, os valores e a estrutura de organizações, de modo que elas possam adaptar-se melhor aos novos mercados, tecnologias e desafios e ao próprio ritmo vertiginoso de mudança. O Desenvolvimento Organizacional é novo e ainda está surgindo, tem apenas uma década de idade, de modo que sua forma e potencialidade estão longe de ser aceitas como verdadeiras e seus problemas ainda se encontram longe de estar resolvido. Ele ainda mantém-se firme na promessa de desenvolver o "conhecimento real" do nosso pos – moderno.

1.2 ADMINISTRAÇÃO POR OBJETIVOS

O Sistema de Administração por objetivos também exige um compromisso, uma responsabilidade, significa que o primeiro passo na solução de um problema, ou na tomada de uma decisão, terá de ser o claro conhecimento de objetivos.

Se você receber a incumbência de fazer alguma coisa, de alguém cuja opinião tenha peso, você está praticamente obrigado a fazer alguma coisa nesse sentido. Se você trabalha para uma empresa e tem um chefe, é ele essa pessoa importante que apreciará seu desempenho e o levará em conta para a promoção, aumento de salário, fé de oficio e (o que é importante) para outras incumbências ainda mais importantes, no futuro.

Na Tipologia dos objetivos confiados por um chefe, há uma hierarquia ascendente:

  • Objetivos regulares ou de rotina – medidos pelo grau em que ultrapassam os objetivos
  • De solução de problemas – medidos pelas soluções e pelo estabelecido como objetivos padrões.
  • De novas metas – medidos pelas mudanças na produtividade, propostas e obtidas a prazo.

Em todos esses tipos de objetivos, o tempo é um fator importante: "o elemento tempo é que dá importância a uma incumbência".

1.3 ADMINISTRAÇÃO SISTÊMICA

Sistema é o veiculo, esquema, processo, estrutura ou metodologia idealizadas para ordenar a tomada de decisão empresarial em dada área ou em determinado contexto. Um sistema desta ordem deve proporcionar:

  • Uma estrutura organizacional com delegações de poderes, autoridade e responsabilidades acuradamente definidas e claramente expostas;
  • Uma norma de conduta bem elaborada e concebida adequadamente e que possa ser posta em pratica sem qualquer dificuldade quando se tratar das diretrizes e políticas e padrões gerais;
  • Uma filosofia e uma estrutura de comunicações e de treinamento que assegurem cargo da gerência ou do pessoal executivo ou operacional;
  • Um sistema de informações que incluam formulários, registros, analises, consultas e recomendações que possam fornecer rápida e eficientemente as correntes informativas necessárias para a tomada de decisões e para adoção de medidas de ação que estejam de acordo com o principio das exceções;
  • Um programa interno e extenso de auditoria formado pela auditoria financeira, pela auditoria operacional e auditoria gerencial, em condições de proporcionar à administração de cúpula um instrumento independente de avaliação e controle, capaz de fomentar a integridade, o vigor e o ímpeto de progresso de toda organização.

1.4 PESQUISA OPERACIONAL

"O desenvolvimento industrial causado inicialmente pela introdução da mecanização, bem como por uma posterior difusão da automação, forçou a transformação de um sistema de pequenas empresas, de estruturas artesanais e centralizadas, em outro composto principalmente de firmas médias e grandes, onde se tornou impossível a uma pessoa única exercer todas as funções empresariais e correspondentemente de responsabilidades. Posteriormente, um avanço industrial ainda maior causou uma maior descentralização com subdivisão das ditas funções. Esta subdivisão progressiva das funções empresariais permitiu a atenção e a solução de problemas específicos a diferentes setores da organização industrial. Apresentou-se um novo problema: a necessidade de se resolver problemas empresariais em termos dos objetivos de toda a empresa em lugar de em termos de metas particulares de cada setor separadamente".

Isso significa que a empresa deve ser olhada como uma unidade e, quando estudando os problemas particulares de um departamento, é necessário analisar as influências que determina política para este departamento terá para...

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town