Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Humanas > Administração

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0

Trabalho em Destaque

Título: Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber

Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber, aplicadas na Empresa Bradesco S/A. São Paulo 2009 Sumário 1Introdução 2Frederick Winslow Taylor4 2.1Princípios de Taylor 3Henry Ford 4Jules Henri Fayol 4.1Princípios Básicos 4.2Funções Administrativas 5Maximillian Carl Emil Weber 5.1Analise da Obra 5.2Princípios…


Publicidade



Publicidade

CCQ – Círculo de Controle da Qualidade

Trabalho enviado por: Marines Alves de lima

Data: 07/08/2005

CÍRCULOS DE CONTROLE DE QUALIDADE – CCQ


Introdução

Com o fenômeno da globalização da economia, aliado ao código do consumidor, as exigências do mercado consumidor, colocam às empresas em desafio frente aos novos padrões de qualidade e produtividade, no mercado altamente competitivo.

A solução para estes novos desafios poderá ser encontrada no desenvolvimento dos CCQ’s, integrando os funcionários à empresa, num verdadeiro espírito de parceria.

Os Círculos de Controles de Qualidade tiveram origem no Japão, por volta de 1962, criada pelo Professor Kaoru Ishikawa, como resultado de um impulso dado à qualidade na indústria japonesa, e os conseqüentes contatos entre as universidades e os operadores de fábrica.

No Brasil, o movimento foi iniciado em 1972, nos setores de qualidade e produção da Johnson & Johnson, como uma conseqüência da necessidade de um programa motivacional de apoio à qualidade, após o deslocamento da fábrica da cidade São Paulo para a cidade de São José dos Campos, passando por todos os tipos de dificuldades com os novos empregados. Logo a idéia se expandiu para várias empresas em todo estado. Até o início de 1981, já se somavam 100 empresas que implementaram os CCQ’s.

Antes de se definir CCQ é importante fazer uma breve explanação sobre Gestão Participativa e Participação Direta.

Gestão Participativa

Em função do grande desenvolvimento dos meios de comunicação, todos os segmentos da sociedade têm experimentado uma crescente democratização das relações sociais, que pressiona do mesmo modo a organização econômica, a produção de bens e serviços.

Uma nova concepção de mando/subordinação vem sendo instituída, adaptando as organizações às pressões da democratização, impulsionando assim a introdução da gestão participativa nas empresas.

Participação Direta

Diz-se que a participação é direta quando o indivíduo age em seu próprio nome, assumindo ou influenciando decisões na sua área de atuação.

O CCQ é uma das modalidades de participação direta ou democratização a nível de tarefa.

Definição

Pode ser definido como sendo um pequeno grupo voluntário de funcionários pertencentes ou não à mesma área de trabalho, treinados da mesma maneira, com compreensão da mesma filosofia e os mesmos objetivos, e que tentam melhorar o desempenho, reduzir os custos, aumentar a eficiência, etc, especialmente no que se refere à qualidade dos seus produtos ou de seu trabalho.

Melhorias Promovidas pelo CCQ

  • aumentar a motivação e auto-realização dos funcionários, através da oportunidade de participação na solução dos problemas da empresa;
  • concorrer para a formação de uma mentalidade de qualidade disseminando a filosofia de auto-controle e prevenção de falhas;
  • garantir a qualidade do produto;
  • conseguir novas idéias;
  • aumentar a produtividade do trabalho;
  • reduzir custos e diminuir perdas;
  • melhorar a comunicação e o relacionamento humano, tanto no sentido horizontal quanto vertical.

Problemas que podem ser solucionados.

  • melhoria de qualidade;
  • melhoria de produtividade;
  • redução de custos;
  • ambiente físico de trabalho, tais como: iluminação, ventilação, limpeza, ruído, etc);
  • racionalização dos processos de fabricação;
  • condições de trabalho;
  • segurança do trabalho;
  • problemas em áreas administrativas;
  • análise de refugos, retrabalhos, reclamações de defeitos;
  • desenvolvimento e integração de funcionários;
  • etc.

Estrutura Básica do CCQ

Normalmente são pequenos grupos, composto de 5 até 12 participantes que pertençam ou não à mesma área de trabalho.

TIPOS DE GRUPOS:

GRUPO HOMOGÊNEO: é aquele formado exclusivamente por funcionários do mesmo setor e que atuam em problemas de sua área.

GRUPO HETEROGÊNEO: é aquele formado por funcionários de diferentes setores que atuam em problemas de qualquer área a que pertencem os membros, sempre respeitando e informando a hierarquia formal.

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town