Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Exatas > Estatística

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0

Publicidade

Trabalho em Destaque

Título: Expressionismos: Visão da Realidade: O poder expressionista da fotografia estética e em movimento

TIDIR – Expressionismos: Visões da Realidade: O poder expressionista da fotografia estática e em movimento Belo Horizonte 2009 Proposta Partiremos de duas proposições, sendo a primeira a de que, desde o início do cinema, a intensidade de imagens que diferenciam…

Publicidade

Construção de Escala de Atitudes

Trabalho enviado por: Mauro Alves

Data: 22/04/2003

Construção de Escala de Atitudes

Preconceito Racial

Introdução

O presente trabalho trata-se de um estudo metodologico que teve como objetivo construir e validar uma escala de atitudes de pessoas de pele clara frente ao preconceito racial contra pessoas negras, um dos objetivos da construção dessa escala é auxiliar no combate contra a discriminação racial, baseando-se em atitudes favoráveis e desfávoraveis, além de contribuir para a criação de programas educativos, relacionados ao combate da discriminação racial contra o negro.

As etapas percorridas para o desenvolvimento da escala tipo likert, foram: elaboração de ítens relacionados a cognição de afeto e reações frente ao preconceito contra o negro,; verificação da inteligibilidade das afirmações; validação aparente e de conteudo; aplicacao do instrumento numa amostra de jovens(foram utilizados 20 indivíduos); avaliação do poder discriminativo dos ítens.

Elaboração da Escala

Foi feito uma pesquisa em livro especializados e revistas populares, de forma que compilamos e elaboramos 11 afirmações relativas às cognoções, sentimentos e reações frente ao preconceito racial contra o negro. De certa forma obtivemos um número muito baixo de afirmativas devido ao pouco material encontrado, foi muito pequeno o número de trabalhos publicados que falassem a respeito desse assunto.

Validade de Constructo - Inteligibilidade da Escala

Fizemos de forma não muito rigorosa uma revisão, a qual corrigisse possíveis erros de sintaxe e concordância. Seria recomendado levar tais afirmativas para serem avaliadas por especialistas do assunto, pois assim, a compreensão do conteúdo seria avaliada de forma muito mais rigorosa. Itens os quais consideramos ambíguos formam descartados ou reformulados.

Validade de Conteúdo

A validade de conteúdo de um teste é determinada pela análise dos itens que o compõe. Quando se pesquisa este tipo validade, o interesse está em demonstrar que as observações realmente representam o universo de situações ou de tarefas que se pretende medir. Segundo Cronbach (1971), este tipo de validação, de modo geral, é julgado sem se fazer qualquer consideração sobre as pessoas as quais serão testadas, restringindo-se a atenção do material do teste e à descrição do universo. Se o conteúdo for selecionado de modo válido, o teste tem validade de conteúdo para qualquer tipo de pessoa em estudo.

Neste trabalho iremos utilizar como método de validação da escala o método da soma de avaliações, proposto por Likert (1932).


Método da Soma de Avaliações

 

Elaboração de um grande número de afirmações.

Para a elaboração das afirmações são usados somente ítens extremos que pareçam claramente favoráveis ou nitidamente desfavoráveis ao objeto em estudo, porém não se utiliza ítens neutros, ou levemente favoráveis ou desfavoráveis.

Apresentação dessas afirmações a um grupo de indivíduos.

A população em estudo, que será representada por uma amostra, deverá indicar, em cada afirmação, se aprovam ou desaprovam integralmente.

Determinação de um resultado total para cada indivíduo.

Soma-se as respostas a todos os ítens, atribuindo-se as cinco categorias propostas os valores 5, 4, 3, 2, 1, respectivamente, como pode ser mostrado no Apêndice. Estes pontos são invertidos nos ítens negativos. A explicação para o emprego da soma algébrica dos pontos das respostas dos indivíduos na escala, é a seguinte : a probabilidade de acordo com qualquer uma das séries de ítens favoráveis sobre um objeto, ou de favorabilidade da atitude do mesmo indivíduo. Assim, seria de se esperar, por exemplo, que um indivíduo com atitude desfavorável responda desfavoravelmente a muitos ítens.

Análise das respostas para avaliar o poder de discriminação das afirmações.

É necessário ver qual delas das afirmações diferencia mais claramente os marcadores mais altos e os mais na escal total. Isto é feito através do cálculo, para cada ítem, da correlação entre os resultados do ítem e os resultados totais de todos os ítens. Os ítens de maior correlação são mantidos na escala final.

No método Likert para que uma afirmação seja incluida, basta que apresente alta correlação com o total.

Cálculo das ponderações das afirmações para a escala revista.

O método da soma das avaliações apresenta vantagens e desvantagens. Uma das desvantagens é que muitas vezes o total de contagem do indivíduo não é muito significante para sua ordenação no contínuo. Como uma das vantagens podemos citar que a posição dos indivíduos num contínuo de atitudes apresentada por uma escala Likert, só pode ser interpretada a partir das posições ocupadas por outros indivíduos na mesma escala. A posição não tem sentido absoluto porque não se conhece o ponto neutro (essa é uma das maiores deficiências do método das somas das avaliações).

Resultados e Conclusões

Tabela 1. Distribuição de concordância entre as afirmativas iniciais.

Escalas

Afirmativas

1

2

3

4

5

1

75%

0%

25%

0%

0%

2

0%

25%

5%

30%

40%

3

80%

0%

10%

0%

10%

4

95%

0%

5%

0%

0%

5

10%

20%

15%

30%

25%

6

40%

10%

40%

0%

10%

7

35%

20%

25%

0%

20%

8

20%

25%

45%

0%

10%

9

20%

30%

50%

0%

0%

10

0%

10%

0%

90%

0%

11

0%

0%

0%

100%

0%


Escalas :

Construção de Escala de Atitudes

Preconceito Racial

Introdução

O presente trabalho trata-se de um estudo metodologico que teve como objetivo construir e validar uma escala de atitudes de pessoas de pele clara frente ao preconceito racial contra pessoas negras, um dos objetivos da construção dessa escala é auxiliar no combate contra a discriminação racial, baseando-se em atitudes favoráveis e desfávoraveis, além de contribuir para a criação de programas educativos, relacionados ao combate da discriminação racial contra o negro.

As etapas percorridas para o desenvolvimento da escala tipo likert, foram: elaboração de ítens relacionados a cognição de afeto e reações frente ao preconceito contra o negro,; verificação da inteligibilidade das afirmações; validação aparente e de conteudo; aplicacao do instrumento numa amostra de jovens(foram utilizados 20 indivíduos); avaliação do poder discriminativo dos ítens.

Elaboração da Escala

Foi feito uma pesquisa em livro especializados e revistas populares, de forma que compilamos e elaboramos 11 afirmações relativas às cognoções, sentimentos e reações frente ao preconceito racial contra o negro. De certa forma obtivemos um número muito baixo de afirmativas devido ao pouco material encontrado, foi muito pequeno o número de trabalhos publicados que falassem a respeito desse assunto.

Validade de Constructo - Inteligibilidade da Escala

Fizemos de forma não muito rigorosa uma revisão, a qual corrigisse possíveis erros de sintaxe e concordância. Seria recomendado levar tais afirmativas para serem avaliadas por especialistas do assunto, pois assim, a compreensão do conteúdo seria avaliada de forma muito mais rigorosa. Itens os quais consideramos ambíguos formam descartados ou reformulados.

Validade de Conteúdo

A validade de conteúdo de um teste é determinada pela análise dos itens que o compõe. Quando se pesquisa este tipo validade, o interesse está em demonstrar que as observações realmente representam o universo de situações ou de tarefas que se pretende medir. Segundo Cronbach (1971), este tipo de validação, de modo geral, é julgado sem se fazer qualquer consideração sobre as pessoas as quais serão testadas, restringindo-se a atenção do material do teste e à descrição do universo. Se o conteúdo for selecionado de modo válido, o teste tem validade de conteúdo para qualquer tipo de pessoa em estudo.

Neste trabalho iremos utilizar como método de validação da escala o método da soma de avaliações, proposto por Likert (1932).


Método da Soma de Avaliações

 

Elaboração de um grande número de afirmações.

Para a elaboração das afirmações são usados somente ítens extremos que pareçam claramente favoráveis ou nitidamente desfavoráveis ao objeto em estudo, porém não se utiliza ítens neutros, ou levemente favoráveis ou desfavoráveis.

Apresentação dessas afirmações a um grupo de indivíduos.

A população em estudo, que será representada por uma amostra, deverá indicar, em cada afirmação, se aprovam ou desaprovam integralmente.

Determinação de um resultado total para cada indivíduo.

Soma-se as respostas a todos os ítens, atribuindo-se as cinco categorias propostas os valores 5, 4, 3, 2, 1, respectivamente, como pode ser mostrado no Apêndice. Estes pontos são invertidos nos ítens negativos. A explicação para o emprego da soma algébrica dos pontos das respostas dos indivíduos na escala, é a seguinte : a probabilidade de acordo com qualquer uma das séries de ítens favoráveis sobre um objeto, ou de favorabilidade da atitude do mesmo indivíduo. Assim, seria de se esperar, por exemplo, que um indivíduo com atitude desfavorável responda desfavoravelmente a muitos ítens.

Análise das respostas para avaliar o poder de discriminação das afirmações.

É necessário ver qual delas das afirmações diferencia mais claramente os marcadores mais altos e os mais na escal total. Isto é feito através do cálculo, para cada ítem, da correlação entre os resultados do ítem e os resultados totais de todos os ítens. Os ítens de maior correlação são mantidos na escala final.

No método Likert para que uma afirmação seja incluida, basta que apresente alta correlação com o total.

Cálculo das ponderações das afirmações para a escala revista.

O método da soma das avaliações apresenta vantagens e desvantagens. Uma das desvantagens é que muitas vezes o total de contagem do indivíduo não é muito significante para sua ordenação no contínuo. Como uma das vantagens podemos citar que a posição dos indivíduos num contínuo de atitudes apresentada por uma escala Likert, só pode ser interpretada a partir das posições ocupadas por outros indivíduos na mesma escala. A posição não tem sentido absoluto porque não se conhece o ponto neutro (essa é uma das maiores deficiências do método das somas das avaliações).

Resultados e Conclusões

Tabela 1. Distribuição de concordância entre as afirmativas iniciais.

Escalas

Afirmativas

1

2

3

4

5

1

75%

0%

25%

0%

0%

2

0%

25%

5%

30%

40%

3

80%

0%

10%

0%

10%

4

95%

0%

5%

0%

0%

5

10%

20%

15%

30%

25%

6

40%

10%

40%

0%

10%

7

35%

20%

25%

0%

20%

8

20%

25%

45%

0%

10%

9

20%

30%

50%

0%

0%

10

0%

10%

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




Publicidade