Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Exatas > Engenharia

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0

Publicidade

Trabalho em Destaque

Título: Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber

Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber, aplicadas na Empresa Bradesco S/A. São Paulo 2009 Sumário 1Introdução 2Frederick Winslow Taylor4 2.1Princípios de Taylor 3Henry Ford 4Jules Henri Fayol 4.1Princípios Básicos 4.2Funções Administrativas 5Maximillian Carl Emil Weber 5.1Analise da Obra 5.2Princípios…

Publicidade

Origem do Universo

Trabalho enviado por: Bruno Silva de Carvalho

Data: 22/04/2003

Cosmogonia

RESUMO

O estudo da origem do universo, denominado Cosmogonia ou Cosmogênese é um tema que sempre interessou à Humanidade. Em todos os povos, nas mais diversas épocas, surgiram muitas tentativas de compreender de onde veio tudo o que conhecemos. No passado, a religião e a mitologia eram as únicas fontes de conhecimento. Elas propunham uma certa visão de como um ou vários deuses produziram este mundo.

Há mais de 2 mil anos, surgiu o pensamento filosófico. Ele propôs novas idéias, modificando ou mesmo abandonando a tradição religiosa. Por fim, com o desenvolvimento da ciência, apareceu um outro modo de estudar a evolução do universo.

Atualmente, a ciência predomina. É dessa ciência que muitos esperam obter a resposta às suas indagações sobre a origem do universo. Mas, dentre as tantas "provas definitivas" que são publicadas, muitas não são senão variações da teoria anterior. Ou de teorias muito anteriores.

A ciência parece ter se inspirado na filosofia, que se inspirou na mitologia, que, por sua vez, se inspirou na religião. Assim, acontece que um conceito atual de "explosão de um ovo cósmico", pode ter suas origens numa lenda de uma civilização da Antiguidade.

Nesta obra, procuraremos explorar as lendas e teorias sobre a criação do universo, para talvez encontrarmos as coincidências que ligam a sociedade do século XXI à mais antiga das civilizações.

 

ABSTRACT

The study of the origin of the universe, called Cosmogony or Cosmogenesis is a subject that has always interested the humanity. In all the communities, in most diverse eras, appeared many attempts of understand where did everything we know come from. In the past, the religions and the mythology were the unique source of knowledge. They considered that many gods built the universe.

More than two thousands years ago, appeared the philosophic thought. It considered new ideas, modifying or abandoning the religious tradition. Finally, with the development of science, it appeared one another mode to study the evolution of the universe.

Currently, science predominates. It is of this science that many people wait to get the reply to its investigations on the origin of the universe. But, among the many "definitive evidences" that are published, many are variations of the previous theory. Or previous theories.

Science seems to copy the philosophy that seems to copy the mythology that, in its turn, seems to copy the religion. Thus, it happens that a current concept of the explosion of a cosmic egg, can have its origins in a legend of a civilization of the Antiquity.

In this work, we will explore the legends and theories on the creation of the universe, to, perhaps, find the coincidences that bind the society of century XXI to the oldest of the civilizations.


1 INTRODUÇÃO

Desde o início dos tempos o homem tem observado o mundo a sua volta. A sucessão de dias e noites, as estrelas, as leis naturais; e sempre uma pergunta surge em sua mente: de onde viemos?

Assim a humanidade evoluiu, tentando responder essa pergunta. Civilizações surgiram e se destruíram, religiões foram criadas, séculos se passaram, teorias foram formuladas e a verdade é que ainda não temos resposta.

No trabalho que se segue, não temos a pretensão de tentar elucidar esse mistério, mas sim mostrar um pouco do que o intelecto e o imaginário humano foram capazes de criar durante séculos de reflexão sobre a Origem do Universo.

Aqui dividiremos as diversas teorias sobre a origem do universo em 3 grupos principais: teorias mitológicas ou teológicas, filosóficas e científicas.

As teorias mitológicas ou teológicas são, indiscutivelmente, as mais primitivas, sendo que as mais antigas destas remontam à pré-história. Talvez aqui possamos fazer uma subdivisão deste grupo em Mitologia e Teologia. A diferença é que a Mitologia é mais primitiva, abordando os assuntos que lhe dizem respeito de forma sempre fantástica e subjetiva, enquanto a Teologia, podendo ser considerada parte da Filosofia, tem predominância racional, mas, no caso da criação do universo, baseia-se antes de tudo na autoridade de fontes Religiosas, principalmente a Bíblia. Essas explicações predominantes na Idade Média, fazem uma fusão entre a Razão e os Mitos e representam uma forma de pensamento que na realidade tem representantes ainda hoje, por meio das grandes religiões do mundo.

As teorias filosóficas têm origem na Grécia a partir do século VI AC. As explicações filosóficas deixaram de se basear nos mitos e se centraram na razão. Mesmo sem possuir os recursos científicos da atualidade, diversos filósofos elaboraram teorias racionais e geralmente espetaculares para explicar o mundo que nos rodeia, inclusive os astros celestes. Nessa época onde o conhecimento progrediu tanto, mentes humanas ousaram teorias que hoje em dia parecem ainda mais impressionantes.

Já as teorias científicas ocorrem com a ascenção e domínio da Ciência na Idade Moderna e prosseguem até a contemporaneidade. Aqui o Ser Humano desenvolve explicações com base rígida em cálculos e nas consagradas Leis da Natureza, tendo já uma visão ampla do universo, inédita em qualquer um dos tipos cosmogônicos anteriores. Pela primeira vez tentou-se explicar o universo tendo uma noção mais sólida do que são os astros ao nosso redor, e tendo ciência da imensidão abissal do Cosmo, onde a Terra ocupa apenas um minúsculo espaço. Porém, basta uma simples olhada pelas teorias científicas atuais para percebermos que ainda temos mais perguntas do que respostas.


2 DESENVOLVIMENTO

2.1 Mitos e Religiões

"Assim, eles tomaram suas decisões sobre o céu e a terra. (...) Eles confiaram aos grandes deuses a produção do dia e a renovação do mês, para as observações astrológicas dos homens. Viu-se então o Sol se levantar e os astros brilharem para sempre em pleno céu." Mito Babilônico

Na Mitologia, parte integrante da maioria das religiões, está a mais antiga forma de se tentar conceber e compreender a origem e os fundamentos da realidade que nos cerca, o que nesse contexto geralmente se restringe a alguma região do Mundo. Se baseiam em lendas, mitos, que, ao abordar assuntos tão importantes, sempre apresentam conteúdos fantásticos e subjetivos. Apesar de geralmente absurdas pelo ponto de vista atual, elas representam a tentativa da humanidade primitiva de explicar questões que até hoje nos afligem, revelam ricos conteúdos psicológicos de cada cultura em que se desenvolveram, e são sempre poéticas e envolventes.

2.1.1 Origem Bíblica do universo

De todas as histórias para tentar explicar a origem do universo, talvez a versão bíblica seja a mais difundida em todo o mundo. De acordo com o Gênesis, tudo ocorreu assim:

"No princípio, Deus criou o céu e a Terra. E a Terra era informe e vazia, e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre as águas.

E Deus disse: ‘que seja feita a luz’. E a luz se fez. E Deus viu que a luz era boa. E separou a luz das trevas. Chamou a luz de Dia e as trevas de Noite. E fez-se à tarde e a manhã do dia um.

E disse também Deus: ‘Seja feito o firmamento em meio às águas, e as águas das águas. E Deus fez o firmamento, dividindo as águas que estavam sob o firmamento e as que estavam sobre o firmamento. E isso se fez assim. E Deus deu ao firmamento o nome de Céu. E fez-se a tarde e a manha do segundo dia.

Deus disse: ‘Reúnam-se as águas que estão sob o céu, em um lugar, e que apareça o seco’. E isso assim se fez. E deus chamou o seco de Terra, e denominou a reunião das águas de Mar.E Deus viu que era bom.

Deus disse: ‘Que a terra verdeje de verdura: ervas dêem semente e árvores frutíferas dêem sobre a terra, segundo sua espécie, frutos contendo sua semente. E assim se fez. Deus viu que isso era bom. E fez-se a tarde e a manhã do terceiro dia.

Deus disse: ‘Que haja no firmamento do céu para separar o dia da noite’ e assim se fez. Deus fez dois luzeiros maiores: o grande para governar o dia e o pequeno luzeiro para governar a noite e as estrelas. Deus os colocou no céu par iluminar a terra, para governar o dia e a noite e para separar a luz das trevas. E Deus viu que isso era bom. Houve a tarde e a manhã do quarto dia.

Deus disse: ‘Fervilhem as águas um fervilhar de seres vivos e que as aves voem acima da terra, sob o firmamento do...

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town

Publicidade