Zé Moleza | TCC, monografias e trabalhos feitos. Pesquise já!

Você está em Trabalhos Acadêmicos > Exatas > Engenharia

Favoritos Seus trabalhos favoritos: 0

Trabalho em Destaque

Título: Expressionismos: Visão da Realidade: O poder expressionista da fotografia estética e em movimento

TIDIR – Expressionismos: Visões da Realidade: O poder expressionista da fotografia estática e em movimento Belo Horizonte 2009 Proposta Partiremos de duas proposições, sendo a primeira a de que, desde o início do cinema, a intensidade de imagens que diferenciam…


Publicidade



Publicidade

Esforços de Flexão

Trabalho enviado por: Fabio Peres de Lima

Data: 28/07/2005

ESFORÇOS DE FLEXÃO

Campos dos Goytacazes - RJ

2005

"Dedicamos este trabalho acadêmico à memória do Prof. Jorge Fuly, no qual dedicou anos de sua vida em pró da formação de novos profissionais, sempre buscando nos mostrar a realidade que encontraremos em nosso futuro."

"Agradecemos a dedicação dos professores da Engenharia de Produção, nos quais estão sempre buscando dar o melhor de si para a formação de profissionais em nível de excelência."


INTRODUÇÃO

O esforço de flexão configura-se em uma peça, quando esta sofre ação de cargas cortantes, que venham a originar um momento fletor significativo.

Um elemento linear de estrutura (viga) desenvolve em suas secções transversais solicitações de Movimento Fletor (Mf) e Esforço Cortante, sendo o momento fletor o responsável pela flexão e o esforço cortante responsável pelo cisalhamento de uma viga.

O esforço cortante, muitas vezes, tem influência desprezível no comportamento da peça. Porém, inicialmente, iremos classificar flexão como Pura e Simples.

Convencionamos por x e y os eixos principais de inércia da secção transversal da viga. Iremos chamar de Plano de Solicitações (PS) onde se desenvolvem as cargas. A posição deste plano poderá ser a mais diversa possível.

De acordo com as observações citadas acima, poderemos classificar flexão em RETA (para secção x e y) e OBLÍQUA (quando o PS é desviado em relação aos eixos de inércia).

De acordo com o que foi dito acima, teremos a seguinte classificação:


1 FLEXÃO SIMPLES RETA

É o caso mais simples e o mais comum de flexão. Podemos ainda dizer que na flexão natural é o plano de solicitações que contém as cargas de peso.

A flexão simples reta se caracteriza pela ação do momento fletor em torno de apenas um dos eixos principais de inércia, sem a presença de esforço normal. De maneira geral, nos casos de flexão simples reta, o momento fletor é acompanhado de esforço cortante.

Nas peças solicitadas a flexão, em geral, podemos encontrar tensões devidas a compressão paralela entre as fibras, tração paralela às fibras, cisalhamento paralelo às fibras, compressão normais às fibras. Além disso, a peça sofre deformação e apresenta deslocamento de seus pontos.

Para ver o trabalho na íntegra escolha uma das opções abaixo

Ou faça login



Crie seu cadastro




English Town