Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Noções de Administração em Unidade Hospitalar

Trabalho por Lucio Carlos Reis Pontes, estudante de Serviço Social @ , Em 05/07/2006

5

Tamanho da fonte: a- A+

NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO EM UNIDADE HOSPITALAR


INTRODUÇÃO

Hospital é uma medida indispensável na perspectiva de se buscar melhor qualidade dos serviços prestados à população, com simplificação, automatização e padronização de procedimentos, facilidade de acesso e difusão da informação em rede e sua utilização pelas diversas unidades processadoras, e a construção e manutenção de um banco de dados de apoio às atividades clínicas e de apoio técnico.

O presente trabalho refere-se aos tipos de unidades ou estabelecimentos de saúde segundo normas vigentes do Ministério da Saúde, servindo como ponto de partida para os municípios, estados e Distrito Federal organizarem suas redes de serviços de saúde em função de suas realidades e especialidades, contribuindo, ao mesmo tempo, para uma uniformização da "linguagem" sobre os tipos de unidades.


1 TIPOS DE UNIDADE DE SAÚDE

Para organização de um sistema local de saúde, orientado pelos municípios, regionalizada e hierarquizada, a rede dever  contar com unidades de saúde distribuídas segundo os diferentes níveis de complexidade de serviços e de acordo com as realidades loco-regionais.

1.1 Posto de saúde

É uma unidade de saúde que presta assistência a uma população determinada, estimada em até 2.000 habitantes, utilizando técnicas apropriadas e esquemas padronizados de atendimento. Essa unidade não dispõe de profissionais de nível superior no seu quadro permanente, sendo a assistência prestada por profissionais de nível médio ou elementar , com apoio e supervisão dos centros de saúde de sua articulação.

Desenvolve comumente atividades voltadas para a orientação nas áreas de alimentação, nutrição, Materno-Infantil, tratamento de agravos simples, imunizações, educação para a saúde, fornecimento de medicamentos padronizados, colheita de material para exame de laboratório, vigilância epidemiológica e ações de saneamento elementar relacionadas com a  água, destino adequado dos dejetos e lixo. Eventualmente, poder  ser incluída consulta médica, por médico generalista, com periodicidade determinada de acordo com a necessidade.

As unidades básicas de saúde (UBS) são também conhecidas pela população como unidades de saúde, centros de saúde ou postos de saúde.

1.2 Centro de saúde

É a unidade destinada a prestar assistência à saúde a uma população determinada, contando com uma equipe de saúde interdisciplinar em caráter permanente, com médicos generalistas e/ou especialistas.

Sua complexidade e dimensões físicas variam em função das características da população a ser atendida, dos problemas de saúde a serem resolvidos e de acordo com seu tamanho e capacidade resolutiva. Pode ser agrupado em três tipos:

Tipo 1 – É concebido para atender agrupamentos populacionais entre 2.000 e 5.000 habitantes. As atividades desenvolvidas são as mesmas descritas para o posto de saúde, acrescidas da consulta médica permanente, exames de laboratório na sua estrutura física, situação em que dever  dispor de unidade laboratorial estrategicamente localizada.

Tipo 2 – É concebido para atender agrupamentos populacionais entre 5.000 e 15.000 habitantes. As atividades desenvolvidas nestes centros de saúde deverão contar com recursos de diagnóstico e tratamento de maior complexidade tecnológica que as desenvolvidas no centro de saúde de tipo 1.

Tipo 3 – É concebido para atender agrupamentos populacionais entre 15.000 e 30.000 habitantes. As atividades desenvolvidas nestes centros de saúde serão as mesmas do tipo 2, acrescidas do atendimento a  áreas definidas de acordo com o perfil epidemiológico da população.

Os centros de saúde tipo 3 serão a referência para outros centros de saúde de menor complexidade, na sua área.

Os centros de saúde poderão supervisionar os postos de saúde de sua área de abrangência. Dependendo das características locais, de apoio de referência, os centros de saúde poderão contar com atendimento