Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Fase Adulta

Trabalho por Anônima, estudante de Psicologia @ , Em 15/06/2005

5

Tamanho da fonte: a- A+

ADULTOS

Governador Valadares

Abril de 2005


1.0- INTRODUÇÃO

Alguém que esteja experimentando a etapa vivenciada entre os 20 e os 40 anos é considerado um jovem adulto. Esta época da vida é permeada por acontecimentos e realizações. As pessoas continuam a se desenvolver em todas as suas dimensões e fazem escolhas importantes.

Os jovens adultos, geralmente, estão no auge de sua força, energia e resistência. A maioria dos sentidos está mais apurada durante o início da idade adulta e as condições de saúde tendem a ser favoráveis. A boa saúde não é apenas uma questão de sorte; ela, geralmente, reflete um estilo de vida e uma série de escolhas.

Uma dessas escolhas refere-se à manutenção do peso corporal em níveis saudáveis. Nessa etapa da vida é preciso atentar para esse fator. Alguns autores salientam que numa sociedade que valoriza o corpo esbelto, ter excesso de peso pode levar a problemas emocionais. O excesso de peso aumenta o risco de pressão arterial elevada, doença cardíaca, derrame, diabete, cálculo biliar e certos tipos de câncer. Seguindo uma alimentação adequada, rica em fibras, proteínas, pouca gordura saturada e praticando exercícios físicos regulares, o risco de desenvolver qualquer desses problemas pode ser reduzido.

A atividade física ajuda a manter um peso corporal adequado, construir músculos, fortalecer o coração e os pulmões, diminuir a pressão arterial, proteger contra ataques de coração e prevenir doenças como câncer e osteoporose, aliviar a ansiedade e depressão.

Outra escolha importante, habitualmente feita nessa época, é a escolha do parceiro amoroso. Desenvolver relacionamentos íntimos é a tarefa crucial do adulto jovem. Tradicionalmente, é nesse período que as pessoas formam relacionamentos que podem se estender pela maior parte de suas vidas adultas - relacionamento baseados em amizade, amor e sexualidade. A intimidade inclui a idéia de pertencer. A necessidade de pertencer a alguém - formar relacionamentos fortes, estáveis, íntimos e amorosos - é um poderoso motivador do comportamento humano, o qual afeta a mente, o corpo e o estado de espírito.

As emoções mais fortes, tanto negativas quanto positivas, são evocadas por ligações íntimas. As pessoas privadas de amizades e amor tendem a ter menos saúde física ou mental do que os outros. As pessoas casadas, tendem a ser fisicamente mais saudáveis do que as que nunca se casaram, têm menos deficiências ou problemas crônicos que limitem suas atividades, costumam ter melhor situação financeira, e por tudo isso tendem a viver por mais tempo.

Nesse período, também, a maioria das pessoas tem filhos, mas a maternidade tem sido protelada em função da vida profissional e acadêmica. Entretanto, em qualquer época o primeiro bebê vem marcar uma importante transição nas vidas dos pais. Ter um filho representa uma grande experiência de desenvolvimento.

Estas foram breves considerações sobre essa etapa da vida, na qual será relatada mais detalhadamente no decorrer deste trabalho. Há muito mais que se abordar sobre essa fase. Por hora, o importante é lembrar que o desenvolvimento continua ao longo de toda a vida. Nenhuma fase é mais importante que a outra, por isso todas precisam ser vivenciadas em sua plenitude, e é bom que as escolhas sejam bem feitas.


2.0- OBJETIVOS

Estabelecer consideração gerais da fase adulta;

Mostrar problemas típicos da fase.


3.0- Desenvolvimento Humano

Se na perspectiva das fases do ciclo de vida acentua-se uma seqüência horizontal, onde as diversas fases não são apresentadas como um crescimento para a maturidade ou sabedoria; a investigação dos estádios de desenvolvimento apresentam uma progressão de níveis numa linha vertical, ou seja, cada estádio é qualitativamente melhor e superior ao que lhe antecede. Esta perspectiva considera que