Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

A Escola no Computador

Trabalho por Carlos Ademir Hoeckel, estudante de Pedagogia @ , Em 09/10/2009

5

Tamanho da fonte: a- A+

A ESCOLA NO COMPUTADOR

Unijuí
2007

 

 

 

Os meios de comunicações atuais vem sendo discutidos pela sociedade contemporânea nos últimos anos, esses meios passaram a estar indissociavelmente ligados a educação, favorecendo a aplicação de novas abordagens de ensino e estratégias pedagógicas que influenciam um paradigma educacional atual, o qual exige do professor e da escola uma nova postura.

São muitos e diferentes os meios de comunicação por isso os professores têm esse acesso de modo diversificado, muito mais do que se pensa, estas professoras em especial no espaço tempo do cotidiano urbano sabem porque usam (e não só consomem) televisão e computador, além de geladeira, telefone, liquidificador, que estes objetivos (mesmo antes de serem meios) são importante antes para seus, suas filhas, as e para si mesmas.

De acordo com Marques (2003), é necessário desenvolver nos alunos habilidades para utilizar os instrumentos de sua cultura. Hoje os meios de comunicação apresentam informação abundante e variada, de modo muito atrativo: os alunos entraram em contato com diferentes assuntos sobre religião, poética, economia, cultura, esportes, sexo, droga, acontecimentos nacionais e internacionais, abordados com graus de complexidade variados, expressando pontos de vista, valores considerar e utilizar esses conhecimento adquiridos fora da escola, nas situações escolares, como é fundamental dar condições para que eles se relacionem com essa diversidade de informações.

É importante ressaltar que a incorporação das inovações tecnológicas só tem sentido se contribuir para melhoria da qualidade se ensino, deve servir para enriquecer o ambiente educacional, proporcionando a construção de conhecimentos por meio de uma atuação ativa, crítica e criativa por parte do corpo discente e docente.

Se entendermos a escola como um local de construção do conhecimento e de socialização do saber; com um ambiente de discussão, troca de experiência e de elaboração de uma nova sociedade, é fundamental que a utilização dos recursos tecnológicos seja amplamente discutida e elaborada juntamente com a comunidade escolar, ou seja, que não fique restrita às decisões e recomendações de outros países a maioria das experiências com o uso de tecnologias informacionais na escola estão apoiadas em uma concepção tradicional de ensino e aprendizagem. Esse fato deve alertar para a importância das reflexões sobre qual é a educação que queremos oferecer aos nossos alunos, para que a incorporação da tecnologia não seja apenas a "antigo" travestido de moderno.

É evidente que recursos como livros, jornais e revistas fazem parte da escola há muito tempo. Mas para a grande maioria das regiões brasileiras recursos tecnológicos mais atualizados, como o computador, fase, retoprojetor são novidades, ou seja, não fazem parte da realidade de determinada entidades escolar, Como sabemos muitos fatores contribuem para isso, entre as quais: a falta de investimento por parte do setor público, a falta de conhecimento e domínio também é um dos grandes fatores que afetam a educação no caso, quando a escola possui alguns recursos mas as educadores não sabem utilizar.

Ainda de acordo com Marques (2003), essa é uma realidade que precisa mudar brevemente, em virtude da necessidade da escola acompanhar os processos de transformação da sociedade, atendendo às novas demandas.

É necessário que se crie debater sobre a implantação de política e estratégias para o desenvolvimento e disseminação de propostas de trabalho inovadores. Utilizando os recursos eletrônicos de informação e comunicação, já que eles possuem um grande potencial educativo, para complementar e aperfeiçoar o processo de ensino aprendizagem.

Portanto o uso das novas tecnologias deve ser usado para incentivar o aluno e para mediatizar a elaboração dos seus trabalhos. O objetivo da utilização das tecnologias de comunicação na educação deve ser o de facilitar o processo de ensino e aprendizagem, inserindo o aluno nesse processo e conduzindo o processo de construção no qual o professor necessita mediar o pensamento do aluno, favorecendo a sua