Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Dificuldades dos Alunos na Aquisição do Letramento nas Séries Iniciais

Trabalho por Marlene Aparecida Viana Abreu, estudante de Pedagogia @ , Em 03/03/2006

5

Tamanho da fonte: a- A+

DIFICULDADE DOS ALUNOS NA AQUISIÇÃO DO LETRAMENTO NAS SÉRIES INICIAIS

RIO DE JANEIRO

2006


RESUMO

Vivemos hoje novas orientações e desafios: a educação não cabe apenas repassar ou transmitir conhecimentos, mas favorecer a formação humana, desenvolvendo as potencialidades dos sujeitos, por meio de uma aprendizagem que conduza os alunos a aprender a pensar e a aprimorar habilidades necessárias ao enfrentamento com o mundo que ora se apresenta. O processo de alfabetização ao longo dos anos, tem sido considerado o grande responsável pelo fracasso escolar e, conseqüentemente, vem atuando como gerador da exclusão de significativa parte do alunado, conferindo à escola um papel elitista e discriminatório. Daí, a necessidade de se fazer algo "urgente" para que se mude a presente realidade. A partir dos dados obtidos constatei alguns pontos considerados fundamentais para entender como se dá a construção dos conhecimentos sobre a leitura e a escrita. Desse modo, os dados foram organizados em três categorias de análise a saber: O processo da aquisição das habilidades necessárias à alfabetização e ao letramento; Estratégias utilizadas pelo professor para motivar na criança, o gosto pela leitura; e Objetivos priorizados pelo professor na alfabetização do aluno. A partir das observações em sala de aula, percebemos que P1 dá "espaço" para que as crianças questionem, participem e que, mesmo aqueles alunos que se mostram mais desinteressados em estudar, parecem possuir uma relação de entrosamento muito grande com a professora, o que auxilia o envolvimento desses nas atividades.

Palavras-chave: alfabetização – letramento – aprendizagem significativa


1. INTRODUÇÃO

As observações preliminares permeadas pelo exercício de minha prática docente e as leituras que estou fazendo no curso de pós-graduação, me despertou o interesse em pesquisar como a criança constrói seu conhecimento na leitura e a escrita e quais são as dificuldades encontradas neste processo.

Pesquisar este tema foi uma necessidade que surgiu da prática pedagógica, já que venho observando, ao longo de meu trabalho enquanto professora das séries iniciais, a dificuldade que alguns alunos sentem em relação ao processo de alfabetização ou deveria dizer, ao letramento.

Na prática de professora das séries iniciais do ensino fundamental, tenho me deparado cada vez mais com crianças que enfrentam grandes dificuldades na aprendizagem da leitura e da escrita observando que a maioria das reprovações acontece na 1a série do ensino fundamental; os alunos reprovados ou que fracassam pertencem, geralmente, à classes desfavorecidas. É possível encontrar crianças na 1a série em diversas fases de aprendizagem e com diferentes dificuldades em relação o processo da aquisição da leitura e da escrita.

É preciso, no entanto, situar o nosso momento: educamos no contexto de novo século, com demandas diferenciadas e que se alteram em um dinamismo irrefreável, fruto das transformações e dos avanços em uma sociedade em constante mudança.

Vivemos hoje novas orientações e desafios: a educação não cabe apenas repassar ou transmitir conhecimentos, mas favorecer a formação humana, desenvolvendo as potencialidades dos sujeitos, por meio de uma aprendizagem que conduza os alunos a aprender a pensar e a aprimorar habilidades necessárias ao enfrentamento com o mundo que ora se apresenta.

Penso que este trabalho, além de servir de orientação para novas práticas pedagógicas, poderá servir também de suporte para outros professores que trabalham com alfabetização e procuram entender pontos de dificuldades dos alunos na aquisição do letramento.

Hoje, existe o campo da psicopedagogia, bem desenvolvida para uma percepção global do fato educativo e para a compreensão satisfatória dos objetivos da educação e da finalidade da escola, possibilitando assim, uma ação transformadora. Este campo permiti-nos também detectar problemas na educação e possíveis soluções, o que poderá mostrar-nos caminhos para uma educação de