Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Redação

Trabalho por Naty Rofer, estudante de Letras @ , Em 14/04/2009

5

Tamanho da fonte: a- A+

Esquema Simplificado de Texto Dissertativo para todos os Concursos Polícia Militar

2009

 

 

 

1. Considerações

Preliminarmente, enfatizamos que todos os textos dissertativos em que este método foi aplicado e respeitado na sua integra foram bem avaliados pelas comis

sões responsáveis pela correção das redações. A título de exemplo, este oficial da Polícia Militar responsável pela difusão deste esquema já foi aprovado três vezes consecutivas no CFO, graças à praticidade desta metodologia, sendo obtidas as notas: 99, 95 e 90 nas redações. Estas notas não podem ser atribuídas a mérito pessoal e sim à aplicação de uma metodologia simples, objetiva de fácil aplicação que pode ser comparada a uma verdadeira regra para textos dissertativos, não importando o assunto proposto.

Procuraremos ser bastante objetivos na tentativa de explicação deste método e pedimos sua dedicação máxima em busca da sua absorção deste valioso conhecimento, embora achemos que o ensino verbal é didaticamente o mais viável para a obtenção do aprendizado desejado, pois possibilita o saneamento oportuno das dúvidas. A aplicação deste esquema pode facilitar o seu ingresso nas fileiras de uma corporação respeitada a nível nacional pela sua competência e seriedade com que lida com a segurança pública. Não basta dizermos que uma redação tem que conter introdução, desenvolvimento e conclusão, temos que saber o que e em qual ordem deve ser escrito nestas três repartições do texto dissertativo.

É notório que as redações são consideradas os “bichos papões” dos concursos públicos em geral. Isto se deve à sua grande valoração; ao desconhecimento dos temas, só conhecidos no momento da avaliação e, principalmente, pela ansiedade e nervosismo que assolam a mente do candidato. Com a adrenalina em alta fica difícil falar sobre qualquer assunto e o redator tende a se preocupar somente com o tempo, escrevendo com quantidade e sem qualidade; ou fugindo do assunto; sem seqüência e coordenação de idéias; com erros de ortografia e etc. Quase todos estes erros podem ser combatidos com feitura antecipada de um planejamento dissertativo. A calma se consegue quando o candidato já sabe o conteúdo e onde será desenvolvida sua argumentação.

De tudo posto, se o candidato apenas se preocupar em seguir o esquema que esboçaremos adiante, automaticamente estará atendendo a todas as regras exigidas para uma redação digna de uma boa nota. Além do mais, nos vestibulares em geral dificilmente os candidatos se saem bem em todas as provas e é neste contexto que entra a prova de redação para fazer a diferença. Não adianta o candidato fazer uma boa prova de múltipla escolha e se sair mal na redação, ao passo que uma redação bem avaliada absorve a pouca nota obtida nas provas de múltipla escolha e distingue o candidato dos demais.

 

2. Diferenciação entre Tema e Título

Geralmente o candidato confunde tema e título, principalmente porque os assuntos exigidos nas redações são erroneamente denominados temas, mesmo sendo sua maioria absoluta apenas títulos. Quando não oferecido, o tema deverá será fabricado pelo redator, a partir do título. Esta confusão por parte do candidato pode redundar numa fuga do assunto, numa escrita excessiva ou, até mesmo, numa falta de coordenação do pensamento. Veja um exemplo fictício: Se na redação do CTSP/2004 for sugerido o tema “A Inflação”, logo de cara o candidato deverá observar que se trata de um título e criar o seu tema a partir dele.

Você pode estar com dúvida em como transformar este título em um tema. É simples, basta tão somente acrescer um verbo a este título, transformando-o numa oração que conseqüentemente vai afirmar ou negar alguma coisa. E esta oração será a base para sua argumentação, pois ao construir um tema, você automaticamente estará traçando a sua unidade de pensamento imprescindível em qualquer texto dissertativo e impedindo a fatal fuga do