Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

A Importância da Literatura Infantil na Sala de Aula

Trabalho por Eliezer de Jesus Vieira, estudante de Letras @ , Em 25/09/2009

5

Tamanho da fonte: a- A+

A Importância da Literatura Infantil na Sala de Aula

Faculdades Integradas Módulo
2004

 

 

 

Sumário

Introdução
1- Conceitualização de literatura infantil
1.1. Características da Obra Literária infantil
1.2. Literatura Infantil: Um pouco de sua História
1.2.1. O Século XVII
1.2.1.1. Perrault
1.2.1.1.1. Os Contos de Perrault
1.2.2. O Século XVIII
1.2.3. O Século XIX
1.2.3.1. Os Irmãos Grimm
1.2.3.2. Andersen
1.2.3.2.1. As Fábulas em Andersen
1.2.3.2.2. O Folclore em Andersen
1.2.3.3. Andersen, Perrault e Grimm
1.2.4. Alguns Autores Consagrados do Século XIX ao Século XX
1.2.5. As Tendências da Literatura Infantil Atual
2- A Literatura Infantil No Brasil
2.1. Os Precursores da Literatura Infantil Brasileira
2.2. Monteiro Lobato: O Grande Escritor da Criança
2.2.1. Aspectos Morfológicos da Obra de Monteiro Lobato
2.2.2. O Folclore em Monteiro Lobato
2.2.3. A Fábula em Monteiro Lobato
2.2.4. O Histórico, o Mitológico e o Mundo em Monteiro Lobato
3- A Importância Da Literatura Infantil Na Sala De Aula
3.1. Função da Literatura Infantil
3.2. Como Incentivar o Hábito de Leitura
3.3. Algumas Questões Básicas da Literatura Infantil
3.4. O Bom Livro Infantil e Critério para sua Escolha
3.5. A Literatura e os Estágios Psicológicos da Criança
3.6. A Literatura e Educação
3.7. A Literatura Infantil e a Fantasia
3.8. Caracteres da Imaginação Infantil, a Mentira e a Fabulação
3.9. Finalidades Didáticas, Psicológicas, Sociais e Morais da Literatura Infantil
3.10. Literatura Didática e Recreativa
3.11. Literatura Recreativa: A Arte de Contar e a Capacidade Sugestiva
3.12. A Narrativa para Crianças
3.13. Estudos sobre Interdisciplinaridade
3.1.3.1. Interdisciplinaridade
3.1.3.2. A Literatura Infantil e a Interdisciplinaridade
4 – considerações finais
Referências Bibliográficas



Resumo


Nesta pesquisa procurei enfatizar a importância da literatura infantil na sala de aula e verificar as várias possibilidades de se trabalhar com ela. Os temas mais trabalhados, no decorrer dos estudos foram: Literatura Infantil e seus aspectos didáticos e históricos, abrangência, características e a interdisciplinaridade.

Também constatei que entre os vários autores pesquisados, muitos defendem a prática de contar histórias, acreditando na sua eficácia na aprendizagem durante o processo educacional, e são quase infindáveis os benefícios que o hábito de leitura pode trazer para a formação da criança. Dentre esses benefícios estão: melhor capacidade para entender o mundo, maior senso crítico, facilidade para interpretar, narrar, construir argumentos e desenvolver textos críticos e até conhecimento da língua e da grafia das palavras. Os especialistas em literatura infantil, afirmam que a literatura ajuda a trabalhar emoções como angustias, medos, paixões e dúvidas destacando assim a sua grande importância.

Segundo MACHADO (2001, p.22), seria o de “permitir, sonhar, enfrentar medos, vencer angústias, desenvolver a imaginação, viver outras vidas, conhecer outras civilizações”. Sendo assim, fica aqui a minha contribuição, para que esse trabalho possa acontecer melhor e mais vezes em todas as salas de aula.

 

Introdução

A Literatura Infantil é, o que há de mais real e próximo do mundo de fantasia dos pequenos, ela sem dúvida passa ensinamentos morais, mas acima de tudo colabora para a formação ética e psicológica da criança.

É através da fantasia que as crianças aprendem a interpretar e assimilar a realidade, pois para elas contos de fadas são histórias de maravilhas, de rir, de chorar, de ter medo. Também é por meio da identificação com os personagens que a criança tira as “lições” de que precisa, buscando não apenas compreender o universo que as rodeia, mas também soluções para os conflitos que se apresentam.

Mas mesmo assim, a literatura infantil ainda é vista por alguns professores, como um