Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Meus Verdes Anos - José Lins do Rego

Trabalho por Carlos Vaz Dias, estudante de Letras @ , Em 22/04/2003

5

Tamanho da fonte: a- A+

José Lins do Rego - Meus Verdes Anos


É a história de Dedé, neto de um rico senhor de engenho, criado pelos avós paternos e tias, sua mãe morrera no parto.

Dedé foi criado com muita liberdade, quando não estava em crise de asma, corria com os primos pelo Engenho Corredor, tomava banho de rio e conheceu ainda pequeno o sexo.

Embora tivesse o amor de Tia Maria e Tia Naninha, o garoto sentia-se infeliz porque não participava completamente das traquinagens "dos moleques" do engenho.

Como o garoto era asmático, "sofria de puxado" ele vivia doente, tratando-se com ervas medicinais.

Conhecera a morte desde pequeno, viu morrer o primo Gilberto, a prima Lili e a mãe D. Amélia.

O romance revela a educação da época, os homens eram machistas e não se submetiam aos serviços domésticos.

O coronel José Lins fazia anos perto de São Pedro e as festas duravam semanas. As mulheres não participavam das reuniões, os homens ficavam na sala de jantar, comendo, jogando e discutindo política.

Dedé sofre ao separar-se de Tia Maria que já tem dois filhos, ele vai morar com Tia Naninha e sofre ao perder seu canário "Marechal".

  • A causa da morte de Gilberto foi a Doença de lado.
  • O autor chama de verdes anos o tempo de sua infância.
  • Dedé foi criado por seu avô.
  • O narrador sofria de asma.
  • O narrador foi criado no Engenho Corredor.
  • O dia de festa no Engenho se concentrava em São Pedro, aniversário de meu avô.
  • Sinhá Maricas era a mexeriqueira do lugar.
  • Dedé ganhara um canário de José Joaquim.
  • Nos primeiros dias de sua infância o garoto trazia impressões da morte.
  • Ricardo era o amigo do menino que lhe ficou mais fundo na lembrança.
  • O apelido do narrador era Dedé, mais seu verdadeiro nome era José.

Características dos Personagens:

  • Tio Jerônimo ð Barbado e doente da coluna, por isto anda de muletas.
  • D. Amélia ð Mãe de José, morreu no parto.
  • Velha Janoca ð Avó de José, tinha vício de rapé.
  • Tia Maria ð A tia mais velha e a preferida de seu pai.
  • Maria Emília ð Filha de Tia Maria.
  • José Joaquim ð Negro que deu a José o canário.
  • Virgínia ð Órfã de pai e de mãe e foi criada por Tia Naninha após seu casamento.
  • Tia Naninha ð Tinha pele amarelada, olhos claros e cabelos castanhos e é a tia mais moça de José.
  • Negra Generosa ð Escrava e dona do reinado da cozinha.
  • José ð Tinha o apelido de Dedé e também o narrador da história.