Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Lixo preocupação com o futuro

Trabalho por Jakeline Andrade Senefontes, estudante de Ciências Sociais @ , Em 22/06/2009

5

Tamanho da fonte: a- A+

Introdução.Em nosso dia-a-dia podemos perceber o quanto o ser humano está destruindo o meio ambiente em que vive. Com o crescimento das cidades e o aumento da população, as indústrias e os veículos estão causando transtornos para o ar, para o solo e para as águas, causando também o aquecimento global. O desenvolvimento populacional é necessário, porém, o ser humano precisa respeitar o meio ambiente e não degradá-lo, porque dependemos dele para sobreviver neste planeta.

Nos dias de hoje, vivemos em um ambiente onde a natureza é profundamente agredida pelo ser humano, onde toneladas de matérias-prima, provenientes dos mais diferentes lugares do planeta, são industrializadas e consumidas gerando rejeitos e resíduos, que são chamados lixo.

O lixo é todo material descartado por uma sociedade, proveniente das atividades humanas. Vale a pena lembrar que o lixo gerado pelo homem é uma pequena parte da montanha de lixo gerada todos os dias, composta pelos resíduos de outros setores como, por exemplo, hospitais e fábricas.

O destino dos resíduos produzidos pelas famílias e empresas, aos quais nos referimos como lixo, se constitui num dos grandes problemas da atualidade, por que precisamos cuidar corretamente para que o lixo tenha um destino adequado, não sendo descartado em qualquer local, tendo um projeto atuante para a coleta e reciclagem desse lixo, contando com a ajuda de pessoas da comunidade, com ONG’S e até mesmo do setor público. Sendo assim é preciso conscientizar as empresas de pequeno e grande porte para que elas dêem um destino correto aos seus lixos industriais. Pois tem se discutido muito sobre as melhores formas de tratar e eliminar o lixo, sendo eles: industrial, comercial, doméstico, hospitalar, nuclear etc., lixos esses que gerados pelo estilo de vida da sociedade moderna. Todos concordam que o lixo é o espelho fiel de uma sociedade, que é geradora de lixo, pois quanto
mais rica é mais consumista gerando assim muito mais quantidade de lixo. Qualquer tentativa de reduzir a quantidade de lixo ou alterar a sua composição pressupõe mudanças no comportamento social.

A concentração demográfica nas grandes cidades e o grande aumento do consumo de bens geram mais quantidade de resíduos de todo tipo, procedentes tanto das residências como das atividades públicas e dos processos industriais. Todos esses materiais recebem a denominação de lixo, sua eliminação e seu possível reaproveitamento é um desafio ainda a ser vencido pelas sociedades modernas.

Essa realidade não é diferente na cidade de Sertaneja, localizada na região Norte do Paraná. Onde o clima predominante é o clima subtropical úmido mesotérmico, verões quentes com tendência de concentração das chuvas (temperatura média superior a 22°C), invernos com geadas pouco freqüentes (temperatura média inferior a 18°C), sem estação seca definida.

A população total do município é de 6.521 habitantes, dos quais 5.476 habitantes residem na cidade e 1.045 habitantes residem na zona rural.

As principais atividades econômicas praticadas no município são: as atividades industriais são representadas pelas firmas de beneficiamento de grãos sendo elas: Corol, Bunge, Seara, Agrobal, Vilela, Louis Dreyfus. As atividades comerciais são: lojas de roupas e calçados, consultórios médicos e odontológicos, supermercados, padarias, sorveterias, lan houses, bares, lanchonetes e restaurantes. As atividades agropecuárias são divididas em Agricultura com produção de: arroz, milho, milho safrinha, trigo, soja e café. E a Pecuária com a criação de: Bovinocultura de corte, Bovinocultura de leite, Avicultura de postura, Suinocultura e Piscicultura, tendo como atrativo e como comércio um pesque-pague.

O IDH – Índice de Desenvolvimento Humano no Município está desatualizado, mas temos dados que no Brasil é de 0, 807, esse índice é dividido em três fazes consideradas de importância, sendo elas:

- Educação, na área de educação o Brasil tem melhor desempenho que a média mundial e regional. No relatório 2007, o país ficou