Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

A Importância do Estudo da Sociologia no Brasil

Trabalho por Samuel Martins Madeira, estudante de Diversos @ , Em 22/04/2003

5

Tamanho da fonte: a- A+

A Importância do Estudo da Sociologia no Brasil

O conhecimento sociológico oferece vantagens de duas ordens: contribui para a satisfação puramente cientifica e filosófica que nos dá qualquer ampliação de nosso acervo intelectual e fornece subsídios de ordem pratica.

Se o interessado ultrapassar o nível meramente introdutório, obterá variadas e úteis informações ao seu campo profissional. Mas não só isso...

O homem atual sente-se mergulhado num mundo de complexidade muito superior à sua capacidade de compreensão. Por Ter perdido a perspectiva do todo, sente-se joguete de forças obscuras e irresistíveis. Pertence, simultaneamente, a diversos grupos nos quais desempenha papéis muitas vezes conflitantes. O pai amoroso e tolerante tem que ser ao mesmo tempo homem de negócios, frio e calculista. Religioso, conflita seu desejo de renúncia em favor do próximo com as necessidades brutais da concorrência por oportunidades escassas. Com freqüência, não faz o que deseja e quando o faz atormenta-se com sentimentos contraditórios, sente-se encurralado. Acontecimentos ocorridos em outro ponto do planeta podem ter conseqüências enormes sobre a sua existência. Não é casual a proliferação das cartomantes e da astrologia, porque, realmente, com certa razão, as pessoas sentem suas vidas condicionadas por forças que lhes parecem incompreensíveis.

O desenvolvimento dos meios de comunicação de massa deu origem a uma verdadeira "engenharia humana", através do qual se manipulam os gostos e a opinião pública. A capacidade de decisão das pessoas é orientada por sofisticadas equipes de publicitários às quais não falta a contribuição de psicólogos, sociólogos e outro técnicos.

As sociedades modernas se transformam com grande rapidez. Os costumes e os valores que norteiam a conduta tornam-se obsoletos em pouco tempo, impedindo a comunicação entre as gerações.

Imensos recursos médico-sanitários podem ser esbanjados pelo desconhecimento das causa sócio-econômicas de endemias e carências. O pedagogo fracassará ao tentar impor formas de ver o mundo, oriundas de um determinado contexto sócio-cultural, a educandos criados em outra realidade.

No Terceiro Mundo, o quadro é de insatisfação generalizada: oligarquias, lideranças populistas, pseudo-partidos, corrupção, inflação crônica e incompetência administrativa infernizam a vida da população. A isto soma-se do subdesenvolvido econômico, com seu esbanjamento formidável de recurso materiais e humanos e seu primitivismo político. Uma vida sem perspectivas de melhorias torna-se normal para a maioria – o que provoca a desmoralização e a violência.

Acreditamos não haverá profissional que não se beneficie com a visão global propiciada pela Sociologia, seja por esta contribuição totalizante, seja pela sua contribuição instrumental. A Sociologia pretender fornecer uma visão do "funcionamento da máquina" a fim de permitir uma compreensão mais clara dos processos que condicionam a existência dos indivíduos.

A vocação da Sociologia é a de atacar os diagnósticos míticos do senso comum sobre a realidade social e fornecer racionalmente quadros gerias de sentido de mundo a sociedades que já não são aldeias, escapando-se, desta forma, tanto do irracionalismo quanto da prisão dos interesses gerais á vontade primitiva de grupos que detêm o poder.