Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber

Trabalho por Laurien Liendo, estudante de Administração @ , Em 27/08/2010

5

Tamanho da fonte: a- A+

Teorias de Taylor, Ford, Fayol e Weber, aplicadas na Empresa Bradesco S/A.
São Paulo
2009

Sumário

1Introdução
2Frederick Winslow Taylor4
2.1Princípios de Taylor
3Henry Ford
4Jules Henri Fayol
4.1Princípios Básicos
4.2Funções Administrativas
5Maximillian Carl Emil Weber
5.1Analise da Obra
5.2Princípios Básico.
5.3Características da Burocracia
5.4Teoria da Autoridade
6Análise Fundação Bradesco
7Organização Bradesco E Taylor
7.1Pontos Positivos
7.2Pontos Negativos
8Organização Bradesco e Weber
8.1Pontos Positivos
8.2Pontos Negativos
9Organização Bradesco e Fayol
9.1Pontos Positivos
10Conclusão
11Bibliografia

Introdução

1.O Grupo Futura S.A. apresenta uma pesquisa sobre grandes administradores. Veremos a seguir grandes nomes da administração e demonstraremos através da Fundação Bradesco S/A como as teorias de alguns destes gênios da Administração não somente influenciam como são usados diretamente nas organizações de hoje e como aplicadas corretamente podem ser responsáveis pelo sucesso das organizações. Veremos Frederick Winslow Taylor, Henry Ford, Jules Henri Fayol, Maximillian Carl Emil Weber. Em cada teoria encontraremos pontos, relacionados ou não que traçam o sucesso de grandes organizações nos dias de hoje.

2.- Frederick Winslow Taylor.

Considerado o pai da administração científica, Frederick Winslow Taylor (1856-1915). O modelo de administração desenvolvido pelo engenheiro estadunidense caracteriza-se pela ênfase nas tarefas, objetivando-se aumentar a eficiência da empresa aumentando-se a eficiência ao nível operacional.

2.1Princípios de Taylor

Princípio do planejamento
Consiste em substituir o critério individual do operário, a improvisação e o empirismo por métodos planejados e testados.
Princípio da preparação dos trabalhadores
Consiste em selecionar cientificamente os trabalhadores de acordo com suas aptidões, prepará-los e treiná-los para produzirem mais e melhor, de acordo com o método planejado, e em preparar máquinas e equipamentos em um arranjo físico e disposição racional. Pressupõe o estudo das tarefas ou dos tempos e movimentos e a Lei da fadiga.
Princípio do controle
Consiste em controlar o trabalho para se certificar de que o mesmo está sendo executado de acordo com o método estabelecido e segundo o plano de produção.
Princípio da execução
Consiste em distribuir distintamente as atribuições e as responsabilidades para que a execução do trabalho seja o mais disciplinado possível.

3Henry Ford

Henry Ford (1863 - 1947) foi um empreendedor estadunidense. Pensar em Henry Ford é pensar em produção em massa. Este termo que designa a produção em larga escala de produtos padronizados através de linhas de montagem. Este modo de produção foi popularizado por Henry Ford no início do século 20, particularmente na produção do modelo Ford T. A produção em massa se tornou um modo de produção muito difundido, pois permite altas taxas de produção por trabalhador e ao mesmo tempo disponibiliza produtos a preços baixos.
Nota: A partir década de 80 constatou-se que o Japão produzia automóveis melhores, mais baratos e com uma produtividade superior à dos países desenvolvidos ocidentais. Assim começa a sair de cena a Produção em massa e entra a Produção enxuta.

4Jules Henri Fayol

Jules Henri Fayol (1841 1925) foi um engenheiro de minas francês e um dos teóricos clássicos da Ciência da Administração, sendo o fundador da Teoria Clássica da Administração e autor de Administração Industrial e Geral 1.

4.1 - Fayol relacionou 14 princípios básicos que podem ser estudados de forma complementar aos de Taylor:

Divisão do trabalho - Especialização dos funcionários desde o topo da hierarquia até os operários da fábrica, assim, favorecendo a eficiência da produção aumentando a produtividade.
Autoridade - Autoridade é o direito dos superiores darem ordens que teoricamente serão obedecidas. Responsabilidade é a contrapartida da autoridade.
Disciplina - Necessidade de estabelecer regras de conduta e de trabalho válidas pra todos os funcionários. A ausência de disciplina gera o caos na organização.
Unidade de comando - Um funcionário deve receber ordens de apenas um chefe,