Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Síntese Reflexiva: Conceito de Estratégia

Trabalho por Ravi de Arruda Alves Maranhão, estudante de Administração @ , Em 27/03/2008

5

Tamanho da fonte: a- A+

Síntese Reflexiva: Conceito de Estratégia

Camillo Filho
2007

 

 

 

O conceito básico de estratégia está relacionado à ligação da empresa ao seu ambiente. É nessa situação que a empresa procura definir e operacionalizar estratégias que maximizam os resultados da interação estabelecida.

Estratégia significa, literalmente, "a arte do general"; deriva da palavra grega strategos , que significa estritamente general. Estratégia, na Grécia Antiga, significa aquilo que o general fez.

A finalidade de se aplicar estratégias na sua empresa é estabelecer quais serão os caminhos, os cursos, os programas de ação que devem ser seguidos para alcançar os objetivos estabelecidos pela empresa. Está relacionada à arte de utilizar adequadamente os recursos físicos, financeiros e humanos tendo em vista a minimização dos problemas e a maximização das oportunidades do ambiente da empresa.

As empresas não funcionam na base da pura improvisação. A formulação de estratégias é uma atividade racional que envolve a identificação das oportunidades e as ameaças do ambiente onde opera a empresa, bem como a inclusão de alguma estimativa de risco em relação às alternativas identificadas. A escolha estratégica envolve também a avaliação das forças e fraquezas da empresa, sua capacidade atual ou potencial em se antecipar às necessidades e demandas do mercado ou em competir sob condições de risco com os concorrentes.

Para formular uma estratégia é necessário conhecer o mercado atual, ou seja, o que se vende, onde se vende e para quem se vende. É preciso que a organização reconheça quem ela é, e o que tem no momento presente. Dentro da competitividade, pode-se identificar elementos básicos da competição estratégica, que são: expansão da demanda global; competição crescente e ênfase na participação do mercado como medição de desempenho perante os concorrentes.

É preciso compreender o mercado competitivo, ter em mente a satisfação das necessidades de seu nicho de mercado, utilizando desta compreensão para predizer como um dado movimento estratégico vai alterar o equilíbrio competitivo; prever riscos e lucros e disposição para agir.

Quando estamos fazendo um planejamento estratégico, estamos olhando para o amanhã e antecipando, hoje, decisões a respeito de ações que executaremos ao longo do tempo, de modo atingir determinados objetivos em certas épocas futuras. Portanto, um planejamento compreende a definição de objetivos, ou metas e de ações.

Todavia, a estratégia se preocupa basicamente com "o que fazer" e não com "como fazer". Em outros termos, a estratégia exige toda uma implementação dos meios necessários para a sua execução. Como esses meios envolvem a empresa como um todo, trata-se aqui de atribuir incumbências a todos os níveis (ou subsistemas) da empresa:

- Nível Estratégico: é projetado a longo prazo, está voltado para as relações entre a empresa e seu ambiente de tarefa e envolve a empresa como uma totalidade. O planejamento estratégico envolve cinco etapas principais: a determinação dos objetivos empresariais, a análise ambiental, a análise interna da organização e de seus recursos, a geração, avaliação e seleção de alternativas estratégicas e a implementação da estratégia escolhida através de planos táticos e operacionais.
- Nível Tático: representa a ligação entre o planejamento estratégico e os planos operacionais voltados para a execução das tarefas e operações. As principais características do planejamento tático são: é projetado para o futuro próximo ou atividades atuais da empresa. O planejamento tático é um processo permanente e contínuo, isto é, não se esgota na simples montagem de um plano de ação.
- Nível operacional: O planejamento no nível hierárquico mais baixo (operacional), se preocupa basicamente com "o que fazer" e com "como fazer". Diante disso, o planejamento operacional se caracteriza pelo detalhamento com que estabelece as tarefas e operações, pelo caráter imediatista focalizando apenas o curto prazo e pela abrangência local abordando apenas uma tarefa ou uma operação.

Portanto a estratégia é o