Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Principais Diferenças entre Taylor e Fayol

Trabalho por Juliano Barbara, estudante de Administração @ , Em 22/04/2003

5

Tamanho da fonte: a- A+

Principais diferenças entre Taylor e Fayol

  • Abordagem de Taylor da ênfase as tarefas (com vista ao resultado da produção).
  • A abordagem de Fayol da ênfase as estruturas. (o planejamento global).


Segundo Taylor, as funções administrativas são:

  • Planejamento (aplicação de métodos científicos em substituição à improvisação).
  • Preparo (seleção dos trabalhadores, treinamento dos mesmos e disposição e preparação de máquinas e equipamentos).
  • Controle (verificação do trabalho).
  • Execução (atribuições e responsabilidades para que o trabalho seja executado de forma disciplinada).


Para Fayol, as funções administrativas são:

  • Prever (visualizar o futuro e traçar o programa de ação).
  • Organizar (constituir um duplo organismo material e social da empresa).
  • Comandar (dirigir e orientar o pessoal).
  • Coordenar (ligar, unir, harmonizar todos os atos e esforços coletivos).
  • Controlar (verificar que tudo ocorra de acordo com o estabelecido).

E essas funções se equivalem a funções técnicas (produção), comerciais (compra, venda e troca), financeiras (gerência de capitais), segurança (proteção), contábeis (registros, inventários, custos).

  • Para Taylor, teria que haver um supervisor para cada área (supervisão funcional).
  • Para Fayol, teria que haver "unidade de comando" ou seja o empregado receber ordens de um único superior.
  • Para Taylor, a remuneração do operário era simples, ganhava por peça produzida ou seja quanto mais peças mais dinheiro.
  • Para Fayol, a remuneração teria que ser justa e capaz de satisfazer às necessidades dos empregados e atender a empresa em termos de retribuição.
  • Se o operário não rende-se o esperado não precisava voltar no dia seguinte pois Taylor pregava a produtividade (produção total)
  • Já para Fayol, quanto mais tempo o empregado permanecer no cargo, tanto melhor, a rotatividade é um fator negativo (terá que ensinar tudo novamente).
  • A máxima prosperidade do patrão deve corresponder à máxima prosperidade do empregado (se o patrão ganhar muito o empregado também ganhará muito).
  • Segundo Fayol, amabilidade e justiça são o ideal para obter a lealdade do pessoal (trate as pessoas bem e será bem tratado).
  • Segundo Fayol, os aspectos organizacionais são analisados de cima para baixo e do todo para as partes, exatamente o inverso da administração científica.