Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Componentes de um Artigo Científico

Trabalho por Sheila Cristina do Nascimento, estudante de Administração @ , Em 24/07/2003

5

Tamanho da fonte: a- A+

COMO ESCREVER UM ARTIGO CIENTIFICO


Componentes de um artigo científico

Descrevem-se as diversas componentes de um artigo científico, apresentado segundo a ordem pela qual o leitor as encontra., esta ordem não corresponde, de modo nenhum, à seqüência pela qual elas são escritas. Na prática, com efeito, as conclusões, a introdução e o resumo são geralmente os últimos a serem produzidos, e o título sofre muitas vezes alterações radicais de última hora.

Apresenta-se entre parêntesis, para cada uma destas componentes,a respectiva Designação anglófona.
 
Título (Title). Descreve de forma lógica, rigorosa, breve e gramaticalmente correta a essência do artigo. Por vezes opta-se por títulos com duas partes

Autor e filiação (Author and affiliation).  Indicação do nome do autor (ou autores) e da instituição a que pertence(m). É frequente indicar também o endereço de correio eletrônico.

Resumo (Abstract). Não deve exceder 200 palavras e deve especificar de forma concisa, mas não telegraficamente:

1. O que é que o autor fez.
2. Como o fez (se for relevante).
3. Os principais resultados (numericamente, se for caso disso).
4. A importância e alcance dos resultados.

O resumo não é uma introdução ao artigo, mas sim uma descrição sumária da sua totalidade, na qual se procura realçar os aspectos mencionados. Deverá ser discursivo, e não apenas uma lista dos tópicos que o artigo cobre. Deve-se entrar na essência do resumo logo na primeira frase, sem rodeios introdutórios nem recorrendo à fórmula estafada "Neste artigo ...". Não se devem citar referências bibliográficas no resumo. Convém lembrar que um resumo pode vir a ser posteriormente reproduzido em publicações que listam resumos (de grande utilidade para o leitor decidir se está ou não interessado em obter e ler a totalidade do artigo).

Palavras-chave (Keywords). Por vezes é pedido que um artigo seja acompanhado por um conjunto de palavras-chave que caracterizem o domínio ou domínios em que ele se inscreve. Estas palavras são normalmente utilizadas para permitir que o artigo seja posteriormente encontrado em sistemas eletrônicos de pesquisa. Por isso, devem escolher-se palavras-chave tão gerais e comuns quanto possível.

Introdução (Introduction). A introdução fornece ao leitor o enquadramento para a leitura do artigo, e deve esclarecer:

1. a natureza do problema cuja resolução se descreve no artigo,
2. a essência do estado da arte no domínio abordado (com referências bibliográficas),
3. o objetivo do artigo e sua relevância para fazer progredir o estado da arte.

Quando for caso disso, deve incluir ainda:
 
4. indicação dos métodos usados para atacar o problema, e
5. descrição da forma como o artigo está estruturado.

Corpo do artigo (Body of the paper).  Constitui a descrição, ao longo de vários parágrafos, de todos os pontos relevantes do trabalho realizado.

Conclusões (Conclusions). Devem ser enunciadas claramente, e deverão cobrir:

1. o que é que o trabalho descrito no artigo conseguiu e qual a sua relevância, e
2. as vantagens e limitações das propostas que o artigo apresenta .
 
Quando for caso disso, deve incluir ainda:
 
3. referência a eventuais aplicações dos resultados obtidos, e
4. recomendações para trabalho futuro.

Agradecimentos (Acknowledgments). Um artigo científico resulta com frequência do empenho de muita gente, para além dos que o assinam como autores – elementos da equipe e amigos que contribuíram, de uma forma ou outra, para a sua existência e qualidade. É neste ponto de um artigo científico (entre as "Conclusões" e as "Referências") que se colocam os "Agradecimentos". Quando a atividade que conduziu ao artigo é total ou parcialmente financiada por uma instituição diferente da que é indicada como