Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Transgênicos: Prós e Contras

Trabalho por Gabriela Bandeira, estudante de Diversos @ , Em 27/03/2006

5

Tamanho da fonte: a- A+

O QUE SÃO TRANSGÊNICOS?


Introdução

Desde o século XIX, quando o estudioso Gregor Mendel desvendou as características genéticas dos vegetais, os cientistas buscam combinações genéticas entre as plantas para obter mais qualidade e produtividade.

O que Mendel fez foi cruzar espécies diferentes de ervilhas de forma que as características de espécies diferentes fossem aleatoriamente combinadas para gerar novas espécies.

Esse processo recebeu o nome de hibridação. O resultado final não era previsto, porém, as combinações abriram as portas para a atual biotecnologia. Hoje é comum depararmos com a expressão "alimento alterado geneticamente", "transgênicos", "manipulação genética", causando dúvidas e gerando polêmicas.


O que são transgênicos?

Transgênicos são seres vivos criados em laboratório com técnicas da engenharia genética que permitem transferir genes de um organismo para outro, mudando a forma do organismo e manipulando sua estrutura natural a fim de obter características específicas.

A soja transgênica, tão em pauta nos últimos anos, é um exemplo de organismo geneticamente modificado, pois recebeu genes de outros seres vivos que não são de sua espécie. A soja Roundup Ready da Monsanto, por exemplo, recebeu genes de uma bactéria para que se tornasse resistente ao herbicida Roundup - fabricado pela própria Monsanto -, permitindo um melhor controle de plantas daninhas.


Vantagens

1- Toda a variabilidade genética dos organismos da Terra fica a nossa disposição, portanto não haverá jamais exaustão da variabilidade genética para o Melhoramento de vegetais e animais domésticos;

2- Em uma "construção" é possível usar um gene e um promotor para funcionarem da maneira programada no tecido ou órgão, com a intensidade e no tempo do desenvolvimento do organismo escolhido. Também é possível usar promotores que super ativem o gene com o aumento ou redução da temperatura ou luminosidade ambiente;

3- Obtém-se plantas resistentes a insetos pragas, a herbicidas, a metais tóxicos do solo, a fungos, ao amadurecimento precoce, com maior teor protéico e proteínas mais completas, óleos mais saudáveis, arroz com carotenos etc;

4- O princípio da "precaução" enunciado em 1992 na Declaração do Rio sobre Desenvolvimento e Ambiente diz: ".. . lack of full scientific certainty shall not be used as a reason for postponing cost-effective measures to prevent environmental degradation." Agora está claro que são as plantas transgênicas com suas defesas genéticas que representam a esperança de uma efetiva redução dos agrotóxicos dos custos de produção com aumento de produção.


Desvantagens

1- Somente poucos Laboratórios tem os dispendiosos equipamentos e reagentes, e pesquisadores capazes de obter organismos transgênicos com toda a segurança requerida pela Lei de Biossegurança, fiscalizada pela Comissão Nacional Técnica de Biossegurança CTNBio;

2- Após a obtenção do organismo transgênico segue-se à fase mais longa e dispendiosa, de cinco ou mais anos, e milhões de dólares para selecionar e desenvolver o produto. Somente Empresas têm arcado com os custos necessários para lançar novas transgênicas;

3- Apesar de todas as precauções, as pessoas leigas, ou mesmo pesquisadores de áreas afins, temem que possam existir inconvenientes no futuro;

4- Apesar de serem as transgênicas cultivadas em 39,9 milhões de hectares e consumidas por milhões de pessoas há mais de dez anos sem inconvenientes, é fácil para organizações leigas assustar, sem provas, os consumidores submetidos a propagandas movidas a milhões de dólares. O público amedrontado paga essas organizações para ser "informado";

5- A maior desvantagem das transgênicas é que o povo acredita facilmente em propaganda contra algo novo, que dependa de conhecimentos científicos;

6- Podem aumentar a resistência a antibióticos;

7- Podem causar alergias;

8- Podem contaminar plantações vizinhas.


A favores e contras

Mesmo sendo o Brasil o maior exportador — e o segundo maior produtor — de soja, apenas 4% da área plantada com essa