Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Nomenclatura em Dentística

Trabalho por Andre Caliman, estudante de Odontologia @ , Em 22/04/2003

5

Tamanho da fonte: a- A+

DENTÍSTICA OPERATÓRIA

02/08/2002

Nomenclatura e Classificação das Cavidades

Nomenclatura é o conjunto de termos pelos quais indivíduos de uma mesma profissão são capazes de se entender mutuamente. Em Odontologia o conhecimento da nomenclatura das cavidades é fundamental para a compreensão do capítulo mais importante da Dentística: o preparo cavitário.

Introdução: a cavidade preparada em um dente pode ser denominada de acordo com:

- Nº de faces:

  • simples: uma face do dente
  • composta: duas faces do dente
  • complexa: três ou mais faces do dente

- Faces envolvidas:

  • oclusal (O)
  • mesio oclusal (MO)
  • mesiooclusodistal (MOD)

- Forma e extensão do prepado

  • intracoronária (inlay*): confinadas no interior da estrutura dentária
  • extracoronária (onlay*): recobrimento de cúspide e/ou outras faces do dente

* termos utilizados para restaurações indiretas

Classificação:

  • restaurações diretas: amálgama, resinas compostas, ionômero de vidro, compômeros
  • restaurações indiretas: R.M.F., restaurações compostas, restaurações cerãmicas

Planos Dentários: determinam o sentido da inclicação e conseguem a denominação das paredes que formam uma cavidade

  • Plano Horizontal: perpendicular ao eixo do dente, corta-o em qualquer ponto de sua longitude. Recebe o nome das faces em questão
  • Plano Vestibulolongual: paralelo ao eixo longitudinal do dente. Divide-o em mesial e distal
  • Plano Mesiodistal: idem ao vestibulolingual, dividindo-o em mesial e distal

Nomenclatura das paredes constituintes das cavidades:

As cavidades são contituídas de:

- Paredes: limites internos de uma cavidade. Podem ser:

Circundantes: paredes laterais da cavidade e recebem o nome da face em que se encontram

De fundo: assoalho ou cavidade. São chamadas de:

  • Pulpar: perpendicular ao eixo longitudinal do dente (ocorre em oclusais de dentes posteriores)
  • Axial: paralela ao eixo longitudinal do dente (ocorre em dentes anteriores e nas superfícies lisas de dentes posteriores)

São oito as paredes de uma cavidade:

  • pulpar
  • mesial
  • vestibular
  • lingual
  • axial (CP)*
  • vestibular (CP)*
  • lingual (CP)*
  • gengival (CP)*
  • *CP= caixa proximal

- Ângulos Diedros: formados pela união de duas paredes

1º grupo: união de duas paredes circundantes

2º grupo: união de uma parede circundante com uma parede de fundo da cavidade

3º grupo: união de duas paredes de fundo de uma cavidade

- Ângulos Triedros: formados pelo união de três paredes. Tanto os diedros quanto os triedros são denominados de acordo com suas combinações.

* Ângulo diedro e triedro incisais (exceção à regra)

- Ângulo Cavo-superficial: formado pela junção da parede circundante com a superfície externa do dente. Esse termo é utilizado para determinar o tipo de contorno que se deve dar à cavidade

Classificação das cavidades:

  • terapêuticas: nos casos de lesão cariosa, erosão, abrasão, fratura ou outras lesões dos tecidos duros dos dentes que tenham compromissão parcial ou total à estrutura dentária. Devolve forma e função ao dente.
  • protéticas: retentoras de P.P.F. e P.P.R.

Classificação das cavidades (Black, 1908): baseada nas áreas dos dentes susceptíveis à cárie (divididas conforme localização anatômica)

  • cavidades de cicatrículas e fissuras
  • cavidades de superfícies lisas
  • artificial: reunidas em classes, requerem a mesma instrumentação
  • cavidades de classe I, II, III, IV, V

- Classe I: preparadas em regiões de má consistência de esmalte, cicatrículas e fissuras

  • face oculsal de PM’s e M’s
  • 2/3 oclusais das faces vestibulares dos MI’s
  • face lingual dos anteriores
  • ocasionalmente nas