Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Anemias na Gestação

Trabalho por Anônimo, estudante de Medicina @ , Em 01/01/2002

5

Tamanho da fonte: a- A+


ALTERAÇÕES HEMATOLÓGICAS NA GRAVIDEZ

  • Aumento do volume plasmático em 45 a 50%.
  • Aumento eritrocitário em 25 a 35%
  • Diminuição do Fe sérico
  • Capacidade de fixação de Ferro está aumentada em 15% das gestantes


CONCEITO DE ANEMIA NA GESTAÇÃO

Considera-se a gestante anêmica, quando a taxa de hemoglobina /e igual ou inferior a 11g/dl.


INCIDÊNCIA

Ocorre em torno de 56% das gestantes.


CAUSAS DE ANEMIA NA GESTAÇÃO

  • Carenciais - anemia ferropriva e anemia megaloblástica (por deficiência de acido fólico.
  • Hereditárias - anemia falciforme e talassemia

ANEMIA FERROPRIVA

DIAGNÓSTICO

A) Clínico

  • Palidez
  • Mucosas hipocoradas
  • Astenia
  • Sopro sistólico suave

B) Laboratorial

  • Hemoglobina abaixo de 11 mg/dl
  • Microcitose
  • Hipocromia
  • Ferro sérico abixo de 60 mg/dl


CONSEQUÊNCIAS DA ANEMIA NA GESTAÇÃO

  • Retardo de crescimento intra-uterino
  • Nati-mortalidade
  • Incidência maior de DHEG


TRATAMENTO:

  • Dieta.
  • Administração de ferro
  • Transfusões sanguineas.

ANEMIA MEGALOBLÁSTICA

Consiste na anemia causada pela deficiência de ácido fólico. Geralmente aparece após a 20ª. Semana.

CAUSAS

  • Maior demanda na gestação. Gestação gemelar.
  • Ingesta inadequada, principalmente de verduras.
  • Cozimento das verduras.

EFEITOS SÔBRE A GRAVIDEZ

  • Maior incidência de malformações fetais, abortamentos, prematuridade, pré-eclampsia, descolamento de placenta e retardo de crescimento intra-uterino.

DIAGNÓSTICO

  • Hemoglobina menor que 11 mg/dl
  • Macrocitose
  • Hipocromia
  • Leucopenia
  • Plaquetopenia
  • Hipersegmentação dos neutrófilos

TRATAMENTO

Administração de ácido fólico (5 mg/dia), divididos em três tomadas.