Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Anabolizantes Esteróides

Trabalho por Crislane de Carvalho Gomes, estudante de Fisioterapia @ , Em 27/11/2003

5

Tamanho da fonte: a- A+

EFEITOS DE ANABOLIZANTES ANDROGÉNICOS NO MÚSCULO CARDÍACO 

CACHOEIRA-BA

2003


1 - INTRODUÇÃO

Neste período em que vivemos, todos almejam a plena forma, corpos musculosos e desprovidos de gorduras. Para tanto, cada vez mais aumenta o número de frequentadores de academias, buscando em pouco tempo obter resultados, o que não acontece de uma hora para a outra, por ser um processo lento e exigir muito esforço e dedicação.

Alguns, almejando resultados imediatos, entram no mundo dos anabolizantes, que prometem acelerar este processo, sem prescrição médica e sem tomar conhecimento de seus efeitos e mecanismos.

O uso de anabolizantes aumenta a massa muscular de todo o corpo, inclusive do músculo cardíaco, que aumentará, enquanto a cavidade cardíaca não poderá acompanhar esse desenvolvimento, aumentando o risco de infartos em pacientes usuários de anabolizantes.

Observaremos a hipertrofia no músculo cardíaco e a diminuição da cavidade cardíaca em ratos aplicando anabolizantes á base de oximetalona durante o período de seis semanas.

1.1 JUSTIFICATIVA

Este estudo foi feito no sentido de, essencialmente, fornecer informações sobre os efeitos colaterais que o anabolizante oximetolona pode causar em um indivíduo.

As evidências mostram que pessoas com problemas cardiocirculatórios devem tomar muito mais cuidados que as outras devido às alterações nos níveis de HDL.

A espessura aumentada no miocárdio de usuários de anabolizantes pode ser induzida indiretamente pelo aumento de força mais rápido e intenso, o qual levaria o coração do atleta a trabalhar contra pressões maiores (DICKERMAN, 1998).

Os anabolizantes agem em todos os músculos do corpo, aumentando o tamanho deles. Como o coração também é um músculo, sofre os mesmos efeitos.

Cardiologistas alertam para o perigo do uso de anabolizantes sem a orientação médica. A prática é adotada em academias de ginásticas, por quem deseja adquirir massa muscular em pouco tempo. Alem de causar problemas hormonais e infertilidade, os anabolizantes podem causar doenças cardíacas.

O médico Cláudio Pavanelli (2003), explica que o crescimento do músculo cardíaco, provocado pelos anabolizantes, faz o tamanho da cavidade cardíaca diminuir. Em um atleta que não toma anabolizantes, o músculo cardíaco também cresce, mas envolve todo o coração, aumentando também o tamanho de sua cavidade. Quando o individuo usa anabolizantes, o músculo cardíaco fica mais espesso, por isso a cavidade cardíaca diminui.

Segundo o médico Antonio Carlos Silva, o uso de anabolizantes associado a outros fatores, predispõe o organismo ao infarto (Infarto Agudo do Miocárdio- IAM).

Com o uso do anabolizante, o coração fica sujeito a aumentar de tamanho, já que as fibras musculares são aumentadas artificialmente, mas nem por isso fica mais forte. Isso causa o aumento das contrações desnecessárias, a taquicardia, falhas nos batimentos cardíacos (extrassístoles) e angina ou dor no peito, e esse descontrole dos batimentos pode levar à morte. Alem de elevar o risco de hipertensão, por diminuir a cavidade cardíaca.

1.2 PROBLEMA:

Quais os efeitos dos anabolizantes androgénicos a base de oximetalona no músculo cardíaco?

1.3 HIPÓTESE (EXPLICATIVA):

Como os anabolizantes aumentam a massa muscular de todo o corpo e o coração é um músculo, sua massa também aumentará. Esse aumento na massa muscular diminuía cavidade cardíaca, aumentando os riscos de ocorrer um infarto no miocárdio.

1.4 OBJETIVOS:

1.4.1 Geral:

Pesquisar os efeitos dos anabolizantes a base de oximetolona no músculo cardíaco.

1.4.2 Específico:

Verificar a hipertrofia no músculo cardíaco administrando 1mg/Kg de oximetolona em Rathus Novergicus albinus da linhagem Wistar com peso corporal de 250g