Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

O Que tem Dentro da Célula Animal e para que serve

Trabalho por Leandro Alves, estudante de Educação Física @ , Em 22/04/2003

5

Tamanho da fonte: a- A+

O Que tem Dentro da Célula Animal? E para que serve?

Membrana celular » Controla os movimentos de dentro para fora da célula e vice-versa e, especialmente, controla gradientes osmóticos que envolvem fluidos. Alem disso, a membrana celular possui locais com receptores específicos ou pontos de combinação para certos tipos de substâncias químicas e compostos bioquímicos essenciais para a função celular.

Fosfolipídios » Fosfato (PO4-3) associado a lipídios (gorduras). São os principais componentes das Membranas Celulares. A região do fosfato ("cabeça") se encontra eletricamente carregada (região polar) enquanto que as duas cadeias de ácidos graxos (pertencentes ao lipídio) não apresentam carga elétrica (região apolar).

Glicoproteínas: »Associação de proteínas com glicídios (açúcares) presentes nas células animais em geral. Os glicídios recobrem as células como "pêlos" protegendo-as contra agressões do meio ambiente e retendo substâncias, como nutrientes e enzimas, constituindo-o glicocálix.

Mitocôndria » É o local do metabolismo aeróbio dos hidratos de carbono e, portanto, a principal fonte de energia. A glicose ocorre fora da mitocôndria no meio do fluido do citoplasma.

Reticulo Endoplasmático » É o cento de produção de proteínas. O reticulo endoplasmático rugoso (RER) possui ribossomos a ele ligados, ao passo que o reticulo endoplasmático liso (REL) não os possui.

Ribossomos » podem encontrar-se livres no citoplasma celular e fabricam proteínas primariamente para uso da célula, enquanto as proteínas sintetizadas no RER são, na maioria das vezes, para serem exportadas pela célula. O REL é a central metabólica para a catabolização ou formação de novos compostos.

Aparelho de Golgi » produz e freqüentemente acondiciona os produtos de secreção da célula.

Lisossomos » Contem enzimas para armazenamento interno ou para digestão de produtos indesejáveis ou partículas englobadas pela célula.

Microtúbulos » parecem controlar o movimento, algumas características da superfície e alguns aspectos da mitose celulares.

Núcleos » contem DNA nos grânulos de cromatina e RNA, principalmente no nucléolo. Esses dois ácidos controlam a estrutura e funções básicas determinando direta ou indiretamente muitas das funções das organelas

Peroxissomos » São pequenas vesículas que contêm peroxidase. Tem a função de decomposição de peróxido de hidrogênio (H2O2), subproduto de reações bioquímicas, altamente tóxico para a célula.

Vacúolos » São cavidades limitadas por membrana lipoprotéica. Os vacúolos podem ser digestivos, autofágicos ou pulsáteis.

» Vacúolo Digestivo - As partículas englobadas são atacadas pelas enzimas lisossômicas, formando um fagossomo.

» Vacúolo Autofágico - Digere partes da própria célula.

» Vacúolo Pulsátil - Controla o excesso de água da célula; comum nos protozoários de água doce.

Centríolos ou Diplossomos » Organelas constituídas por dois cilindros perpendiculares um ao outro; cada cilindro é formado por nove trincas de microtúbulos; ausentes nas células dos vegetais superiores. Tem a função de orientação do processo de divisão celular.

Cílios e Flagelos » São expansões filiformes da superfície da célula; os cílios são curtos e geralmente numerosos; os flagelos são longos e em pequeno número. São formados por nove pares periféricos de microtúbulos e um par central; o corpúsculo basal, inserido no citoplasma, é idêntico aos centríolos. Tem a função de movimentação da célula ou do meio líquido.