Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Planejamento da Aula de Muay Thai

Trabalho por Marco Antônio de Carvalho Ferreti, estudante de Educação Física @ , Em 22/04/2003

5

Tamanho da fonte: a- A+

Planejamento da Aula de Boxe Tailandês

O boxe tailandês, também conhecido como muay thai, é uma luta que além de ter a técnica dos socos do boxe usa-se cotoveladas, cabeçada, joelhada e chutes. Outra diferença do boxe, é que no muay thai quando ocorre o clinche a luta não para sendo aplicados joelhadas e cotoveladas no adversário. O que não é permitido no boxe tailandês é bater no oponente quando ele estiver no chão.

Aquecimento e condicionamento físico:

Para não ocorrer fraturas musculares se faz o aquecimento. Alongam-se os braços, ombros, tronco e pernas com exercícios que "estiquem" as partes que se quer trabalhar, depois faz exercício com o pescoço por ser uma parte do corpo que pode mudar de posição rapidamente quando uma pessoa recebe um soco ou um chute na face. O condicionamento físico é importante nesse esporte porque se o atleta cansar rapidamente seus reflexos e movimentos ficam mais lentos, tornando-o vulnerável no ringue. Os exercícios de condicionamento são exercícios aeróbicos, como polichinelo lateral e frontal, simulação de luta individual, pular corda, correr...

Treino de força:

Os socos e os chutes têm que ser fortes a fim de derrubar o oponente e as partes que são atingidas também devem ser fortalecidas para agüentar os golpes. Para o fortalecimento dos socos faz-se flexões de diversas formas para atingir diversos músculos. Exercícios de semi-agachamento, andar agachado, saltos são exercícios para dar força ao chute e fortalecer a coxa que em combate recebe chutes e joelhadas. As abdominais fortalecem a barriga que sofre com socos e chutes.

Calejamento:

O calejamento visa tornar algumas partes do corpo mais resistentes a pancadas e isso é alcançado colocando-se dois alunos um para desferir o golpe no outro repetindo diversas vezes no mesmo local. A canela (o osso da tíbia) é muito usada para chutar e defender chutes na coxa e para caleja-la chuta-se um saco todo de areia.

Treino de técnica:

O treina da técnica visa mostrar a melhor maneira de desferir o soco, como dar uma joelhada quando clinchado, como esquivar de soco, como se defender de chutes... Para melhorar os socos e cotoveladas utiliza-se os sacos de pancadas, luvas que o treinador utiliza para aparar os socos (essa forma de treinar é chamada de escolinha com luvas) e simulação de boxe individual ou uma luta de boxe. Para melhorar joelhadas e chutes o treinador utiliza um aparador (uma almofada em forma de escudo), fazendo escolinha com aparador, utiliza o saco de pancada e chutes ao ar livre; a joelhada com clinche é treinada dois a dois simulando uma luta de joelhada com clinche ou usa o aparador. Para a defesa de tronco, cabeça e membros superiores utiliza-se da escolinha de lava e para membros inferiores demonstra-se para o aluno como se faz e ele repete o movimento com um colega atacando e o aluno defendendo.