Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Demonstrações Contábeis Conforme Lei 6404/76

Trabalho por Fabiane Salvador, estudante de Contabilidade @ , Em 22/04/2003

5

Tamanho da fonte: a- A+

Demonstrações Contábeis

Introdução

O intuito deste trabalho é apresentar uma visão sobre Demonstrações Contábeis.

A pesquisa expõe o Balanço Patrimonial, demonstrações do resultado do exercício, demonstração das origens e aplicações de recursos, notas explicativas e demonstração das mutações do patrimônio líquido.

Buscaremos responder tudo que foi solicitado, para um melhor entendimento das demonstrações contábeis.

Demonstrações Contábeis.

1- Balanço Patrimonial.

1.1- Conceito.

O Balanço é a demonstração contábil que tem por finalidade apresentar a situação patrimonial da empresa em dado momento, dentro de determinados critérios de avaliação.

Por esse motivo, é chamado "Balanço Patrimonial".

É a demonstração que encerra a seqüência dos procedimentos contábeis, apresentando de forma ordenada os três elementos componentes do patrimônio: Ativo, Passivo e Patrimônio Liquido.

Uma vez bem estudada a natureza do Ativo (bens e direitos), do Passivo (obrigações), do Patrimônio Líquido (diferença entre o ativo e o Passivo) e as rotinas e procedimentos contábeis, muito fácil se torna entender o que é o Balanço.

1.2- Importância do Balanço

Obter dados do Ativo, Passivo e Patrimônio Liquido, analisar suas variações durante determinado período de tempo, por meio da verificação direta dos registros contábeis, é tarefa trabalhosa. Mesmo nas pequenas empresas, podem ocorrer, diariamente, inúmeras operações e seus registros contábeis contêm grande número de particularidades.

Daí a necessidade de resumir e apresentar os dados de forma adequada, que permitam às pessoas interessadas conhecer a situação patrimonial da empresa e as variações ocorridas durante certo período de tempo.

A tarefa de resumir e apresentar os elementos para analise e interpretação será simplificada se a contabilização das operações for feita com critério e calculada em um plano de contas bem elaborado.

A grande importância do Balanço reside na visão que ele dá das aplicações de recursos feitas pela empresa (Ativos) e quantos desses recursos são devidos a terceiros (Passivos). Isto evidencia o nível de entendimento, a liquidez da empresa, a proporção do capital próprio (Patrimônio Liquido) e outras analises a serem vistas no apêndice sobre Analise de Balanços. A visão de dois balanços consecutivos mostra facilmente a movimentação ocorrida no período e como a estrutura patrimonial e financeira se modificou no período.

1.3- Apresentação do Balanço

A apresentação dos elementos patrimoniais assume grande importância, pois se trata de peça contábil utilizada para revisão e analise dos negócios.

Com o propósito de reduzir excessos de heterogeneidades, caso os responsáveis pela empresa agissem livremente na preparação da demonstração, são estabelecidos certos princípios gerais sobre a forma de apresentação do Balanço.

O Ativo é indicado no lado esquerdo ou na parte superior. O Passivo no lado direito ou na inferior. O Patrimônio Liquido, que dá a informação adicional, mostrando o investimento e o lucro (ou prejuízo) acumulado, é indicado no lado direito ou inferior, somado ou subtraído do Passivo, conforme seja positivo ou negativo. (Neste ultimo caso, também pode ficar do lado esquerdo, mas isso não é comum).

A classificação das contas depende da natureza da empresa e da função de cada uma no conjunto. A liquidez é comumente utilizada como parâmetro. A lei brasileira classifica os ativos dos mais líquidos aos menos líquidos. Os europeus costumam fazer o contrario.

Alguns tipos jurídicos de sociedade têm o Balanço padronizado de acordo com normas especiais e entre eles destacam-se as companhias seguradoras e as instituições financeiras.

A Lei n.º 6.404/76 regulamenta as sociedades por ações: introduziu inúmeras inovações na legislação societária