Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA ESCOLA E A SUPERVISÃO ESCOLAR

Trabalho por H?a Cristina Alves de Almeida Prado, estudante de Pedagogia @ , Em 09/08/2010

5

Tamanho da fonte: a- A+

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA ESCOLA E A SUPERVISÃO ESCOLAR

RESUMO

Para se compreender o que é Projeto Político Pedagógico da Escola e a Supervisão Escolar é necessário entender que o ato de planejar relaciona-se com o cotidiano da vida do homem, pois este vive planejando, seja de maneira empírica, seja de maneira científica. O planejar pressupõe a delimitação de metas e o estabelecimento dos meios para alcançá-las. Cada vez mais é necessário uma maior capacidade de discernimento, compreensão e julgamento da realidade. Esta necessidade motiva um planejamento mais sistematizado das ações, para que estas tornem-se ainda mais conscientes e consistentes, possibilitando uma maior aproximação da relação entre o pensamento e a ação.

PALAVRAS – CHAVE
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO, ESCOLA, SUPERVISOR ESCOLAR, AUTONOMIA, COMUNIDADE ESCOLAR.

I - INTRODUÇÃO
A educação é de fundamental importância para nós educadores. Por conhecer os procedimentos da teoria X prática na educação brasileira, os profissionais da educação passaram a ver sobretudo a importância do Projeto Político Pedagógico da Escola.
O projeto oferece eixos norteadores ao trabalho da escola, permitindo um trabalho efetivo, competente e com autonomia. Ele é fundamentado nas necessidades de organizações pedagógicas, administrativas e financeiras da escola.
Projeto Político Pedagógico da Escola é uma exigência legal que está sendo transformada em realidade por todas as escolas do país. Entretanto, não se trata apenas de assegurar o cumprimento da legislação vigente, mas, sobretudo, de garantir um momento privilegiado de construção, organização, decisão e autonomia da escola. Por isso, o governo vem procurando meios para que essa exigência não se reduza a mais uma atividade burocrática e formal a ser cumprida.
A gestão e a supervisão escolar, das escolas estão cada vez mais buscando estabelecer um posicionamento político pedagógico coerente e comprometido efetivamente democrático, para que a elaboração do projeto seja coletivo e não por agrupamento de projetos individuais, ou em um plano apenas construído dentro de normas técnicas para ser apresentado às autoridades superiores.
O Projeto Político Pedagógico da Escola é um procedimento para facilitar a parte pedagógica e administrativa da escola. Para que o projeto seja levado a frente a supervisão escolar e gestão devem ser de caráter democráticos. Pois, o diálogo entre a escola, a comunidade, professores, supervisores, direção e alunos, é de fundamental importância para o desenvolvimento do projeto.
A partir do momento em que conhecemos o processo de construção, desenvolvimento e os benefícios que o Projeto Político Pedagógico da Escola oferece na organização escolar, podemos analisar e explicitar a importância do projeto no ambiente escolar.
O papel dos supervisores na elaboração e desenvolvimento do Projeto Político Pedagógico da Escola, nas escolas deve ser de autonomia e diálogo, buscando sempre analisar e estudar encaminhamentos epistêmicos e pedagógicos para a real implementação do Projeto Político Pedagógico da Escola, analisando textos e documentos que tratam a questão da qualidade de ensino sob a visão de diversos autores . Oferecendo meios para definir, não somente problemas já conhecidos, como também explorar novas áreas nas quais os problemas não se cristalizaram suficientemente.
Portanto, podemos perceber algumas controvérsias teórico X práticas sobre o Projeto Político Pedagógico da Escola e o papel do Supervisor Escolar, dificultando um real entendimento de práticas e teoria no interior das realidades escolares. No entanto, é necessário explorar aspectos onde o problema não está completamente cristalizado, permitindo chegar a conclusões inovadoras.
Pensar em educação e formação do Supervisor na atualidade é necessário pensar a escola como sendo espaço para construção da democracia. Assim, os valores cultivados pelo supervisor, a nosso ver, devem ser de : autonomia, liberdade, responsabilidade e diálogo.
É importante saber que o supervisor não deve ser um sujeito autoritário, e sim, possuir uma prática da liberdade que está inserida em um modo de transmissão de conhecimentos, pela qual o indivíduo possa ajudar um ao outro.
Supervisão Escolar torna-se parceira no processo político-pedagógica