Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Monografia: Avaliação educacional no processo ensino aprendizagem

Trabalho por Eliezer de Jesus Vieira, estudante de Letras @ , Em 30/03/2009

5

Tamanho da fonte: a- A+

Monografia: Avaliação educacional no processo ensino aprendizagem

Faculdades Integradas Módulo
2004

 

 



Folha de Rosto:

Avaliação educacional no processo ensino aprendizagem
Faculdades Integradas Módulo
200

Monografia apresentada como exigência para obtenção do título de Pedagogo pelo curso de Pedagogia das Faculdades Integradas Módulo

Orientador: Prof. (Nome)

 

Folha de aprovação: (dados pessoais)

Colocado logo após a folha de rosto, constituído pelo nome completo do(s) autor (es) do trabalho, título do trabalho e subtítulo (se houver), natureza (“Dissertação aprovada como exigência parcial para a obtenção do grau de Especialista em ........ à Comissão Julgadora das Faculdade__________________________”), data de aprovação, nome completo, titulação e assinatura dos componentes da banca examinadora e instituições a que pertencem.

 

Dedicatória: (dados pessoais)

Elemento opcional, colocado após a Folha de Aprovação.

 

Agradecimentos: (dados pessoais)

Elemento opcional, colocado após a dedicatória.

 

Resumo

Existe uma relação entre o que a sociedade deseja preservar e o sistema de avaliação que ela e a camada dominante acaba impondo para atuação na escola. No entanto, é possível modificar este cenário através de esforços das próprias instituições escolares, analisando a importância de levantar os aspectos sociológicos dos mecanismos que atuam no interior da escola que contribuem, mas não determinam, a perpetuação da sociedade dominante, como é o caso da avaliação.

O currículo determina qual saber é válido e qual não é, qual pessoa detém o conhecimento e qual não o detém. Por isso, qualquer modificação e reforma educacional, inclusive pertinentes à avaliação, tem que passar primeiro por uma modificação do currículo, da mesma forma que qualquer modificação social, na maneira de ver o conhecimento e a cultura, também atinge a grade curricular.

Os professores devem se organizar no sentido de transformar a concepção da avaliação classificatória, demonstrando os benefícios de uma avaliação global, mediadora e diagnóstica. Além disso, devem, em sua prática cotidiana, realizar um levantamento reflexivo das dificuldades e das conquistas dos alunos, possibilitando o redirecionamento da prática pedagógica.

A avaliativa enquanto mediação não se caracteriza como um momento do processo educativo, mas é integrante e implícita a todo o processo. Esta ação tem que ser freqüente e sucessiva, tendo como finalidade auxiliar o aluno, fazendo com que o mesmo tenha consciência de suas conquistas e dificuldades, e apontar novas alternativas possíveis de evolução na disciplina e na vida profissional.

 

Sumário

Introdução
1. Um Olhar Sociológico sobre a Avaliação Escolar
2. Avaliação e Curriculo
3. Os Obstáculos da Avaliação Mediadora: Desafios a Vencer
4. Avaliação e Construção do Conhecimento – Novas Técnicas, idéias e proscedimentos
4.1. Novas idéias sobre a avaliação no processo de ensino-aprendizagem
4.1.1. O erro não é fracasso, é construção
4.2. Testes e medidas: inimigos da avaliação mediadora
4.3. A prática da avaliação mediadora
Considerações Finais
Referências Bibliográficas

 

Introdução

Esse trabalho busca analisar as mudanças ocorridas nas áreas educacionais no que se refere ao ato de avaliar, que é a parte integrante da ação pedagógica, demonstrando que o ensino mudou e que a avaliação também precisa ser modificada, para atender às novas concepções de ensino.

Quando a escola não adequa o processo avaliativo às novas perspectivas de ensino, as conseqüências podem ser desastrosas, podendo desestimular a criança em relação ao ato de aprender.

Avaliar é uma responsabilidade de todos que participam da construção da aprendizagem.

Reconhecemos que torna-se difícil modificar uma prática existente há séculos e que nem todas mudanças são válidas, criando assim incertezas e angustias, tanto por parte dos pais quanto da equipe pedagógica.

A avaliação durante muito tempo serviu como instrumento de medir o conhecimento, muitas vezes de