Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Projeto de pesquisa: O Sistema Plantio Direto (SPD)

Trabalho por Wesley Pereira da Silva, estudante de Agronomia @ , Em 07/05/2010

5

Tamanho da fonte: a- A+

Projeto de pesquisa: O Sistema Plantio Direto (SPD)

FAR – Faculdade Almeida Rodrigues
2007

 

 

 

SUMÃRIO

1.TEMA E SUA DELIMITAÇÃO
2.JUSTIFICATIVA
3.PROBLEMA DE PESQUISA
4.HIPÓTESES
5.OBJETIVOS
6.REVISÃO LITERÃRIA
7.PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
8.CRONOGRAMA
9.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÃFICAS

 

1. TEMA E SUA DELIMITAÇÃO

O assunto escolhido para a pesquisa representa uma inovação e um grande acréscimo para a agricultura brasileira, cujo tema é o sistema plantio direto (SPD) que representa um dos eixos temáticos do curso de Administração da Faculdade Almeida Rodrigues e refere-se ao Agronegócio. Faremos um breve histórico sobre (SPD), e uma comparação entre os dois tipos de plantio em uso o direto e o convencional, demonstrando a importância e os benefícios de usar o plantio direto em vez do convencional, ressaltando também A evolução do sistema plantio direto ao longo dos anos pelo o Brasil.

 

2. JUSTIFICATIVA

No Brasil o sistema nasceu no Paraná, na década de 1970 e explodiu no inicio dos anos 90 no Rio Grande do Sul. Desde então a adoção por parte dos agricultores tem sido cada vez mais crescente, se alastrando em grande quantidade até pela a Região dos cerrados. Hoje a área agrícola plantada sob Plantio Direto no Brasil é de aproximadamente de 19 milhões de hectares. Com o (SPD) presente em todas as regiões agrícolas do país, em diferentes níveis de adoção, a demanda por conhecimento e subsídios para o esclarecimento de dúvidas ajudou a estabelecer rapidamente o projeto de máquinas adequadas totalmente direcionado ao assunto.

Assim o (SPD) está assumindo um papel fundamental para a agricultura brasileira, com o passar do tempo o (SPD) diminui os gastos e conseqüentemente aumenta o lucro dos produtores brasileiros, fortalecendo a economia do nosso país. Para (CABEZAS, FREITAS, 2001 p.211) o plantio direto diminui os custos, e aumenta a lucratividade:

“Hoje em dia os custos do Plantio Direto estão ligeiramente menores que os do Plantio Convencional. Isto aliado aos benefícios indiretos tem proporcionado ao Plantio Direto um retorno substancialmente maior que o Plantio Convencionalâ€.

A citação acima demonstra que o (SPD) usado corretamente, é muito mais viável e lucrativo do que o plantio convencional, o plantio convencional trás muitos gastos, e um menor lucro se comparando com o sistema plantio direto.

Uma das principais funções do (SPD) é manter o solo protegido por algum tipo de cobertura. Essa cobertura tem por finalidade protegê-lo do impacto das gotas de chuva, do escorrimento superficial e das erosões hídrica.

Primavesi, Ana (1997 p.85) afirma que

“A redução do processo erosivo do solo, reconhecida como uma das principais características do plantio direto possibilita uma sensível redução no risco de contaminação de sedimentos do solo no processo de escorrimento superficial. Córregos, riachos, lagosâ€.

Como vimos o (SPD) alem de reduzir o processo erosivo do solo, o (SPD) é uma importante ação ambiental diminuindo o risco de contaminação dos recursos hídricos.

De uma maneira geral, tem sido reconhecida pelos meios técnicos nacionais e em foros estrangeiros e internacionais que o (SPD) é a maior conquista do século nos campos do manejo do solo e da agricultura sustentável, consolida e justifica a melhoria em termos ambientais de origem processada em beneficio do homem de maneira eficiente, econômica e sustentável. Tais constatações indicam e comprovam que o SPD tem contribuído de maneira positiva para a sustentabilidade do agronegócio nacional.

Paulete (1999 p.123) ressalta que: “O sistema plantio direto não é só uma técnica diferente, mas sim uma questão de sobrevivênciaâ€. O uso do plantio direto aumenta a matéria orgânica e melhora a estrutura do solo, aumenta também a disponibilidade de nutrientes. Todos esses fatores contribuem diretamente para o rendimento da cultura.

Um dos motivos que justifica a escolha do tema