Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Arborização urbana

Trabalho por Fabio Souza de Lima, estudante de Geografia @ , Em 17/05/2007

5

Tamanho da fonte: a- A+

CENTRO UNIVERSITÁRIO LA SALLE – UNILASALLE

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ARBORIZAÇÃO URBANA

Canoas, Julho de 2006


RESUMO

Este trabalho mostrara como a Educação Ambiental pode ajudar em projetos de arborização urbana, que ajuda na melhoria da qualidade de vida dos habitantes das cidades, que melhora vários aspectos de um local. Apresentara as espécies mais indicadas para o plantio nas cidades, levando em conta os locais onde se deseja arborizar, bem como, vias públicas, calçadas, áreas verdes, parques e praças. Vai tratar das legislação sobre esse assunto, que na verdade é uma legislação ambiental geral, que não trata especificamente com a questão arbórea, mas que deve ser observada antes da realização de trabalhos sobre a arborização. Por fim os benefícios de se plantar árvores nas cidades, como geração de emprego, ajuda na purificação do ar entre outras.

Palavras chave: Arborização, legislação qualidade de vida, poda.


1 INTRODUÇÃO

Nesse trabalho será estudada a importância da arborização urbana, como forma de minimizar o calor, poluição, ruídos, trazer biodiversidade. Também ajuda na melhoria estética de uma cidade, na qualidade de vida das pessoas, numa proteção contra vendavais e temporais.

Também tratará das áreas urbanas destinadas a uma arborização mais intensa, como parques, áreas verdes, reservas ambientais, praças e demais espaços públicos.

Vão ser discutidas as leis da cidade de Canoas a respeito do assunto, para que possa ser amparado pela lei municipal e não cometer nenhum ato que possa por em risco esse processo de arborização urbana.

Exemplos de outros lugares que possuem projetos semelhantes sobre o assunto, a fim de estimular mais inspirações para por em prática esse trabalho.

Um apanhado de possibilidades de tipos arbóreos que são melhores adaptados as regiões urbanas, os problemas que as árvores trazem no meio urbano, os procedimentos para a poda das árvores, quando pode ou não ser feita. Um pouco do funcionamento das plantas como seres vivos, destacando algumas partes principais, suas funções e a relação disso com o ambiente. A restauração de ambientes degradados que podem voltar a ser um belo local e utilizado pelos moradores urbanos.

A questão do seqüestro de carbono pelas plantas que tanto se fala atualmente como forma de reduzir o efeito estufa, os serviços ambientais das árvores, como, purificar o ar, reduzir ruídos entre outros.

Como se trata de um trabalho de educação ambiental, mostraremos a importância da biodiversidade nas cidades, da preservação de áreas verdes e que é possível mudar o ambiente para melhor como projetos bem determinados.

Canoas é sinônimo de economia forte e de um povo trabalhador. O município, fundado em 1939, é dono do segundo maior Produto Interno Bruto (PIB) gaúcho. Vizinha da capital Porto Alegre, a cidade é sede de grandes empresas nacionais e multinacionais, como a Refinaria Alberto Pasqualini (Refap) e nomes fortes dos ramos de gás, metalmecânico e elétrico. A educação desponta como novo setor. A cidade tem a segunda maior rede de ensino do Estado. São escolas públicas, particulares e três universidades.

Canoas é o município mais populoso da Região Metropolitana, com 306.093 habitantes, segundo o censo 2000 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No Rio Grande do