Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Resenha do Livro - Noites do Sertão de João Guimarães Rosa

Trabalho por Maria Fernanda Lopes Pereira, estudante de Letras @ , Em 05/10/2006

5

Tamanho da fonte: a- A+

O Sertão Universal

Montes Claros

Setembro de 2006


João Guimarães Rosa , nasceu em Codisburgo , Minas Gerais , estudou medicina , foi eleito membro da Academia de Letras , morreu em 1967 , no Rio de Janeiro . Como escritor sua primeira obra foi Magna , um livro de poemas premiado pela Academia Brasileira de Letras. Guimarães Rosa é figura de destaque dentro do modernismo , por ter criado um estilo próprio e original de escrever e criar palavras , transformando e renovando radicalmente o uso da língua . Suas principais obras foram Grande Sertão Veredas (romance ) , Sagarana (contos ), Corpo de Baile (contos ) Primeiras Estórias (contos ), Tutaméia Terceiras Estórias ( contos ) , Estas Estórias (contos ) Ave , palavra (contos ), Noites do Sertão (novela ).

O escritor em sua obra , mostra – nos a capacidade de transpor os limites do espaço regional , no intuito de alcançar uma dimensão universal , trazendo reflexões , que não são exclusivas do sertão mineiro , pois pertencem também a outras regiões e pessoas .

Na obra analisada o leitor identifica – se com as preocupações dos personagens , com os seguintes temas , o amor , a violência , a insegurança , a sexualidade , a traição , fornecendo – nos um esboço de aprendizado de vida .

Características da prosa Rosiana , suas idéias e seu estilo , caracterizam – se por uma ruptura com as convenções da narrativa tradicional , da leitura de Noites do Sertão e das suas demais obras , podem – se abstrair as seguintes características : Regionalismo e universalismo , presença de arquétipos , a influência da filosofia grega : Platão , Zenão e Epicuro , presença de epifania , e o experimentalismo lingüístico , mostrando assim a maneira criativa com que trabalha os recursos expressivos da linguagem , tomando como matéria prima a fala do sertanejo mineiro , e enriquecendo – a com recursos estilísticos eruditos .

Em noites do Sertão , o centro de atenção do autor transfere – se sutilmente da paisagem e do meio ambiente , para as personagens , proporcionando um caráter universal , a obra é composta por duas novelas , Dão- lalalão , que conta a história de um vaqueiro que se apaixona por uma prostituta , e a retira de um bordel , situado na cidade de Montes Claros , mas porém vive atormentado pelo medo de que alguns dos seus companheiros a reconheçam .

E em Buriti , a segunda novela retrata a história de quatro pessoas , que vivem em uma fazenda sob um aparente domínio masculino que lhes é imposto pela sociedade patriarcal , da época . Em ambas as novelas percebe-se como traço comum a sexualidade , como força arrebatadora que se sobrepõe as convenções e preconceitos . A obra é interessante e envolve pois proporciona ao leitor que conheça melhor o mundo do sertanejo , com suas falas e costumes, mostrando assim o quanto o sertão pode alcançar a dimensão universal .

Esta obra deve ser apreciada e discutida e estudada , por pessoas que admiram a literatura.


Bibliografia

ROSA , João Guimarães . Noites do Sertão .Rio de Janeiro , RJ: Nova Fronteira , 8a ed , 1988.