Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Broncopneumonia

Trabalho por Bruna Cirqueira Cavalcante, estudante de Enfermagem @ , Em 01/10/2006

5

Tamanho da fonte: a- A+

BRONCOPNEUMONIA


Introdução

As bases de assistência à criança têm modificado nas últimas décadas, muito devido a estudos realizados nas áreas médicas, humanas e sociais. Cada vez mais o profissional de saúde tem não só em vista as necessidades da criança, ao prestar os cuidados, mas também as necessidades da família da criança hospitalizada. O modelo de assistência à criança que mais se adequa a este visão é o modelo centrado na criança e família.

O profissional de saúde está atento às necessidades da criança tentando satisfaze-las: preparando a criança antes de qualquer cuidado que lhe seja prestado, insistindo na presença dos pais e seus benefícios para que a criança melhore rapidamente, proporcionando um ambiente calmo, o mais parecido possível com o ambiente domiciliar e proporcionando-lhe momentos de diversão tendo como base a idade e reacções da criança.

Neste modelo é também valorizada a presença dos pais durante a hospitalização e sempre que esta se verifique o profissional de saúde apoia a família deixando que seja ela a primeira responsável pelos cuidados de saúde à criança, de forma a manter ou reforçar as ligações entre pais e filhos e minimizar o mais possível a ansiedade de separação.

Desenvolverei o estudo de caso de acordo com este modelo, uma vez que, penso ser o que vai de encontro às necessidades da criança e família à qual prestei cuidados de Enfermagem.

A criança F.F. esteve internada no serviço de Pediatria do Hospital Distrital de Bragança com o diagnóstico de Broncopneumonia.

Os objectivos deste trabalho são:

  • Aprofundar o conhecimento sobre o processo de enfermagem e aplicá-lo a uma criança de acordo com o modelo descrito anteriormente;
  • Aprofundar os conhecimentos sobre a patologia da criança;
  • Aplicar os conhecimentos teóricos e práticos adquiridos;
  • Ter uma visão global das necessidades da criança e da família;
  • Planear os cuidados de enfermagem de acordo com as necessidades da criança e família.

Estruturalmente este trabalho divide-se em:

  • Introdução
  • Abordagem da patologia
  • Avaliação do desenvolvimento da criança
  • Elaboração do plano de cuidados
  • Conclusão


1-PATOLOGIA

Broncopneumonia

A pneumonia é um grupo de afecções pulmonares devidas a microorganismos evoluindo de forma aguda com febre elevada, tosse, pontada, dificuldade respiratória mais ou menos marcada, sinais estes relacionados com a inflamação de extensão variável, dos alvéolos, associada ou não a lesões bronquiolares. Na sua origem podem estar bactérias ou vírus. Uma das afecções que pertence a este grupo é a broncopneumonia causada por bactérias.

Pode haver muitas formas diferentes de broncopneumonia e geralmente tem o seu início de forma bastante diferente do da pneumonia lobar. Um aglomerado de muco oriundo da garganta ou dos grandes brônquios superiores desliza por acção da gravidade bloqueando, um ou mais brônquios mais estreitos, ou provocando uma infecção e edema dos brônquios maiores que alastra até atingir os pequenos brônquios, bloqueando-os. Em qualquer dos casos o ar é impedido de atingir os segmentos do pulmão que estão ligados aos bronquíolos bloqueados. Ora, como o ar fresco não pode chegar a esses sectores do pulmão, as bactérias ficam ali encerradas e iniciam o processo de infecção. Da luta do organismo contra esse processo resulta a acumulação de células de pus, de bactérias e de fluido (soro) que escorre dos pequenos capilares. Estas substâncias enchem os pequenos alvéolos e produzem pneumonia. Pode haver poucas ou muitas áreas afectadas ao mesmo tempo em diversos segmentos do pulmão, ou o segmento é afecto após outro. Este tipo de afecção irregular é característico da broncopneumonia.

Os principais sintomas da broncopneumonia são: calafrios, febre, taquicardia, respiração bronquial,