Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Resenha de Sociologia

Trabalho por Antonio Alves da Fonseca Filho, estudante de Administração @ , Em 22/04/2003

5

Tamanho da fonte: a- A+

Resenha de Sociologia


INTRODUÇÃO

O autor Carlos Benedito Martins em seu livro O Que é Sociologia procura demonstrar de forma geral e objetiva o contexto histórico no qual se fez possível o surgimento, a formação e o desenvolvimento da sociologia.

Procura em linhas gerais demonstrar que a sociologia, como ciência tensa e contraditória, sempre deu margem para diversas interpretações. Para algumas pessoas ela é uma poderosa arma a serviço da classe dominante , para outros serve de embasamento teórico para os movimentos revolucionários , como , por exemplo , o marxismo.

O livro procura tratar a sociologia como sendo resultado da compreensão de situações sociais novas provocadas pela sociedade capitalista. Porém adverte que a sociologia sempre foi algo maior que reflexões e teorias acerca da sociedade moderna. Esta ciência sempre teve aspirações e intenções práticas , desejando interferir nos rumos de nossa civilização.

A sociedade capitalista e os discrepantes interesses econômicos e políticos que a constituem sempre foram inspiração na formação do pensamento sociológico.

Portanto o autor procura discutir e analisar , até que ponto a sociologia se compromete nos embates de tal sociedade e em que medida seus conceitos e teorias são responsáveis em manter ou alterar as relações de poder e dominação existentes na sociedade.


O SURGIMENTO

A sociologia pode ser entendida como uma manifestação do pensamento moderno. O mundo social, que até então não havia sido incorporado a ciência, passa com a evolução do pensamento científico ser enfocado e estudado pela sociologia.

O surgimento de tal ciência se dá em um contexto histórico específico, que coincide com esfacelamento das bases da sociedade feudal e com o estabelecimento de uma nova ordem social , ou seja , a consolidação da sociedade capitalista. Nesse contexto , vários pensadores se empenham em compreender e analisar as novas situações vigentes em tal sociedade.

O século XVIII foi referencia para a história do pensamento social e para o surgimento da sociologia.

Este século foi testemunha de uma dupla revolução, a industrial e a francesa, que consistem na instalação da sociedade capitalista. As revoluções constituem dois lados de um mesmo processo e possibilitam o surgimento da sociologia, embora, essa palavra só venha ser usada um século depois, em 1930.

A revolução industrial representou a vitória da indústria capitalista que converteu grandes massas humanas em simples trabalhadores desprovidos de quaisquer privilégios.

Foram introduzidas novas formas de organizar as atividades sociais, houve um generalizado trauma sobre milhões de seres humanos que tiveram suas formas habituais de vida. Como exemplos das mudanças ocorridas, o autor sita a desaparição de pequenos proprietários rurais, dos artesãos independentes, a imposição de prolongadas horas de trabalho, etc.

O surgimento do proletariado foi sem dúvida um dos fatos de maior importância, principalmente o papel histórico que ele desempenharia na sociedade capitalista.

A sociedade se tornara em "problema" em "objeto" a ser investigado. Devido a profundidades das transformações a sociedade se colocara num plano de análise. Os pensadores ingleses que testemunharam estas mudanças não eram especificamente sociólogos, eram antes de tudo homens liberais conservadores e socialistas.

Tal fato significa que os precursores da sociologia foram recrutados entre militantes políticos,entre indivíduos que participavam e se envolviam profundamente com os problemas da sociedade.Podem ser citados como tais pensadores Owen (1771-1858) Willian Thompson (1775-1833), Jeremy Bentham (1748-1832).

A sociologia constitui em certa medida uma resposta intelectual às novas situações colocadas pela revolução industrial. É a formação de uma estrutura social muito específica – a sociedade capitalista – que impulsiona uma reflexão sobre a sociedade, sobre suas transformações, suas crises, seus antagonismos de