Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Letramento e Alfabetização - O Que Pensam os Teóricos Alfabetizadores

Trabalho por Marlene Aparecida Viana Abreu, estudante de História @ , Em 02/04/2006

5

Tamanho da fonte: a- A+

LETRAMENTO E ALFABETIZAÇÃO: O QUE PENSAM OS TEÓRICOS E ALFABETIZADORES?


Agradecimentos

Após uma longa jornada de estudos, finalizamos mais uma etapa de nossas vidas. Foi uma época na qual pudemos dividir alegrias e tristezas e aprendemos a respeitar as amizades e os valores importantes para a vida.

Tudo isso agradecemos: aos colegas, por nos ajudar a superar todos os obstáculos, aos educadores, por terem nos transmitido todo seu conhecimento, aos nossos familiares, que nos incentivaram durante todos estes anos dando apoio e mostrando confiança na nossa capacidade, e especialmente a Deus que nos abençôo e nos abençoa em todos os nossos planos a fim de alcançarmos nossos objetivos.


Introdução

Somos professoras alfabetizadoras já há vários anos, e a implicação sobre o que estamos vendo no final do Ciclo de Alfabetização: alunos que não lêem corretamente, e alunos que lêem corretamente mas não interpretam o que leram; nos levou à esta pesquisa sobre o tema.

Este tema letramento e alfabetização nos apresenta uma discussão em torno do que pensam os teóricos e alfabetizadores.

Neste trabalho temos uma visibilidade maior sobre o que os educadores desenvolvem em sala de aula, tomando como foco de discussão os procedimentos de ensino por meio dos quais intervém no processo de aprendizagem dos alunos.

Nesta proposta os autores e pensadores procuram analisar e articular concepções e práticas escolares de alfabetização e letramento. Construindo um conjunto amplo de decisões vinculadas aos métodos, à organização dos tempos escolares e de um ambiente de letramento. Abordando também a definição de capacidades a serem atingidas, a escolha de materiais e de procedimentos de ensino, as formas de avaliar, e o uso do contexto para dar mais ênfase a organização do ensino.

Portanto, é preciso deixar claro que a aprendizagem do sistema de alfabetização e letramento é apenas uma das facetas do processo de aprendizagem.

Para responder as questões, procuramos entender o significado do termo alfabetização e letramento, bem como a idéia de alfabetização na perspectiva do letramento. Para tal pesquisamos algumas concepções teóricas que se destacam no estudo da aquisição da linguagem escrita e da leitura, estudamos suas idéias e destacamos trechos específicos do tema deste estudo: a concepção dos teóricos sobre a alfabetização e sobre o letramento.


Capítulo I. O que é alfabetização?

Significa conhecer o sistema lingüístico e sua relação com palavras, frases e textos. Diz-se que uma pessoa é alfabetizada quando ela reconstitui o código lingüístico e consegue entender as regras gerais de funcionamento desse código.

A construção do conhecimento sobre a língua escrita é um processo ativo, porém quando se fala na criança como sujeito deste processo, não se está querendo dizer que ela aprenderá a ler sozinha, sem ajuda alguma. Mas sim, que a maioria das crianças já entra na escola com algumas hipóteses sobre leitura/escrita; e, também, que não receberão e memorizarão informações que automaticamente farão com que leiam e escrevam.

Há um processamento destas informações, a partir da própria atividade de cada um, face ao novo objeto de conhecimento, além do que, essencialmente, a criança procura sentido no que lê. Por isso, é, importante que sejam proporcionadas oportunidades do uso da escrita de forma significativa, de tal modo, que o alfabetizando possa explorar os vários usos do material gráfico.

O leitor se formará a partir das próprias concepções que a criança tem a respeito do que são e para que servem a leitura e a escrita, facilitadas ou não pelo modo como a escola as insere no domínio deste novo conhecimento.

No dicionário, a palavra alfabetização significa a "ação