Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Albocresil Óvulos Vaginais

Trabalho por Guilherme Lirio, estudante de Farmácia @ , Em 01/12/2005

5

Tamanho da fonte: a- A+

ALBOCRESIL® ÓVULOS VAGINAIS

Santa Teresa

2005


Introdução

Nesse trabalho apresentamos o Albocresil® óvulos vaginais, que são formas farmacêuticas de consistência sólida, de formas ovóides, globulares ou olivares destinadas a serem introduzidas na vagina. Os óvulos vaginais são na sua grande maioria de ação local utilizados como anti-sépticos, contraceptivos e no combate à infecções específicas da região vulvovaginal como tricomoníase e candidíase (ação antimicrobiana). Como o óvulo utilizado é constituído de base hidrossolúvel (base de polietilenoglicóis) esta promoverá uma liberação prolongada do ativo promovendo uma melhor ação global e como essa base libera o ativo por dissolução, isto faz com que esta não se funda a temperatura corporal, o que implica melhores condições de armazenamento (sem refrigeração) e possibilidade de utilização de polietilenoglicóis de diferentes pontos de fusão.


Apresentação

- Nome comercial: Albocresil®

- Substancia ativa: Policresuleno

- Forma farmacêutica: óvulo (cada óvulo contém 90mg de policresuleno)

- Via de administração: Vaginal

- Classe terapêutica: Antimicrobiano; ação hemostática por coagulação das proteínas do sangue e intensa vasoconstricção; denaturação seletiva do tecido necrosado e do epitélio colunar.

- Laboratório: Altana (http://www.altana.com.br)


Informações Técnicas

- Indicação:

Em ginecologia:

No tratamento tópicos das inflamações, infecções a lesões teciduais cérvico-vaginais (por exemplo, corrimentos cervicais e vaginais causados por bactérias tricomonas, infecções fúngicas, vaginites, cervicites e úlceras por compressão em pacientes usuários de diafragma intra-uterino) e no condiloma acuminado.

O albocresil atua regenerando o tecido necrosado, promovendo a cicatrização através do aumento da circulação do sangue na área tratada.

- Contra-indicação:

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Até o momento não são conhecidas outras contra-indicações ao uso do produto.

- Reações adversas:

No início do tratamento, pode ocorrer uma irritação local, que é observada em casos isolados e em geral, regride de forma rápida e espontânea.

- Posologia:

Dependendo da gravidade das lesões, o Albocresil® óvulos é administrado diariamente ou em dias alternados, devendo ser aplicado à noite, ao deitar, para que o produto permaneça o maior tempo possível dentro da cavidade vaginal. É um medicamento de uso adulto.


Estudo Crítico

Policresuleno: polímero de condensação do ácido metacresolsulfônico com metanol. Anti-séptico, necrolítico, adstringente, para uso tópico.

Hipoteticamente, pode-se assimilar a estrutura do policresuleno como um polímero de caráter polar, tendo boa solubilidade em água e por isso grande afinidade com a base hidrossolúvel (Base de Peg’s). Essa característica favorece uma liberação mais prolongada do ativo, liberando-o por dissolução, apresentando um melhor efeito local.

Polietilenoglicol: líquido viscoso, límpido e incolor, com fraco sabor característico, praticamente inodoro e higroscópico. Miscível com água, etanol 96, acetona, clorofórmio, e éter. Apresenta ponto de ebulição de 184º-189ºC; índice de refração de 1,431 - 1,433 e densidade relativa de 1,035 - 1,040.

São polímeros de óxido de etileno, com cadeias alcoólicas primárias. Não são tóxicas e possuem a desvantagem de apresentar maior probabilidade de incompatibilidades com fármacos, quando comparados aos outros excipientes.

As fórmulas de óvulos que utilizam estes excipientes consistem em misturas de polietilenoglicóis com peso molecular diferentes, em proporções que obtenham um ponto final com ponto de fusão por volta de 37ºC.

C3H3O2 (Propano – 1,2 diol)

Na preparação de óvulos vaginais com base de Peg’s para obtenção dessa base pode-se propor uma mistura de Peg’s na seguintes proporções:

1500______