Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Análise de Balanço Vertical e Horizontal

Trabalho por Julia Dias do Nascimento, estudante de Contabilidade @ , Em 04/07/2005

5

Tamanho da fonte: a- A+

Análise de Balanço Vertical e Horizontal


INTRODUÇÃO

Neste trabalho estudarei as analise das demonstrações Financeira e seus índices de Liquides, com isso poderei a analisar melhor a situação financeira das empresas em minha vida profissional.

A finalidade da analise é interpretar as Demonstrações Financeira, durante o período vindouro.

A analise financeiro de uma empresa é desenvolvido fundamentalmente através da projeção de suas demonstrações financeiras, como estimativa mais aproximada possível da posição econômico-financeira esperada.


OBJETIVOS DA ANÁLISE DE BALANÇOS

A Análise de Balanços objetiva extrair informações das Demonstrações Financeiras para a tomada de decisões. A seguir, a definição de dados e informações.

Dados são números ou descrição de objetos ou eventos que, isoladamente, não provocam nenhuma reação no leitor.

Informações representam, para quem as recebe, uma comunicação que pode produzir reação ou decisão, freqüentemente acompanhada de um efeito-surpresa.

O objetivo da Análise de Balanços é produzir informação.


O QUE INCLUIR NO RELATÓRIO

Em linhas gerais, um relatório deve apresentar: a situação financeira e econômica, desempenho, eficiência na utilização dos recursos, pontos fortes e fracos, tendências e perspectivas, quadro evolutivo, adequação das fontes às aplicações de recursos, causas das alterações na situação financeira e na rentabilidade, evidência de erros na administração, providências que deveriam ser tomadas e não foram, avaliação de alternativas econômico-financeiras futuras - tudo isso em relação às empresas.


ANÁLISE VERTICAL

A Análise Vertical é obtida pela transformação dos valores de um grupo qualquer dos demonstrativos contábeis em percentuais; com isso, podemos visualizar melhor a importância de cada grupo no total que estamos considerando.

Podemos aplicar a Análise Vertical a qualquer conjunto de valores, bastando considerar o total do conjunto como sendo 100% e apurarmos o percentual de cada elemento do conjunto em relação a esse total.

Exemplo: Vamos efetuar a Análise Vertical do grupo Ativo Circulante de um Balanço Patrimonial hipotético:

Pela Análise Vertical, podemos, por exemplo, perceber mais facilmente que as Disponibilidades, apesar de crescer, de X0 para X1, em valores absolutos, decresceu em valores relativos.

ANÁLISE HORIZONTAL

A Análise Horizontal mostra o crescimento dos itens dos demonstrativos contábeis de um período para outro, visando caracterizar tendências.

É sempre realizada através de índices.

O índice do ano-base é 100 e os anos subseqüentes são expressos em relação ao ano-base.

Vejamos o seguinte exemplo:

Quando estamos montando as planilhas de demonstrativos, é recomendável mostrar apenas a variação em relação ao ano-base; no exemplo, Receita Operacional Líquida seria apresentada como 234,2% (334,2 - 100).

Para verificarmos se houve crescimento real ou não, devemos comparar o índice obtido com a taxa de inflação do período; no caso, se a inflação foi superior ao índice, houve um decrescimento, caso contrário, houve um crescimento real no período.


ÍNDICES DE LIQUIDEZ - (IL)

São utilizados para avaliar a capacidade de pagamento da empresa, isto é, constituem uma apreciação sobre se a empresa tem capacidade para saldar seus compromissos. Esta capacidade pode ser avaliada no curto, longo e médio prazo. São índices que a partir do confronto dos ativos circulantes com as dívidas, procuram medir sua solidez.


CAPACIDADE DE PAGAMENTO A CURTO PRAZO

LIQUIDEZ CORRENTE: indica quanto a empresa possuiu no ativo circulante para cada R$ 1,00 de passivo circulante. Deve ser maior que R$ 1,00.

Fórmula:

Ativo