Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Relatório sobre Medidas de Sacarose de Diferentes Concentrações

Trabalho por Fernando Zasso, estudante de Farmácia @ , Em 02/07/2003

5

Tamanho da fonte: a- A+

Relatório sobre Medidas de Densidades de Soluções de Sacarose a Diferentes Concentrações

Curitiba

2003


1 - Objetivo:

Conhecer e determinar as medidas de densidades de soluções de sacarose a diferentes concentrações, colocando-as num gráfico da concentração pela densidade para melhor visualização de suas densidades.

2 – Pesquisa:

É freqüente ocorrer que grandezas físicas antigas se desdobrem em diferentes facetas: é o caso da densidade, quase tão antiga quanto o próprio conceito de peso.

Esta é a razão pela qual foram criados, ao longo do tempo, conceitos como os de densidade absoluta, gravidade específica, graus API, etc. E assim, cada um desses conceitos é usado em uma determinada atividade e perduram ainda hoje por uma questão de tradição. Essa profusão de conceitos - muito próximos - pode causar alguma confusão e o objetivo deste artigo é precisamente o de esclarecer um pouco esse assunto.

A densidade é a relação entre a massa de uma substância e o volume que ela ocupa. Muitas vezes se encontra o termo "densidade verdadeira ou absoluta", quando a medida é feita no vácuo, portanto eliminando o efeito do empuxo do ar, e "densidade aparente" quando é feita no ar. A diferença é desprezível. Cuidado com o termo "densidade aparente": ele é também utilizado quando se expressa a densidade de uma certa quantidade de partículas. Se uma certa massa de areia é colocada em uma proveta, a relação entre esta massa e o volume lido também é chamada de densidade aparente, pois é a densidade que "aparenta" ter areia. Não é a densidade real da substância areia, pois se conta no volume o ar contido nos espaços vazios entre os grãos de areia.

A densidade de uma dada substância costuma ser indicada pelo símbolo dt onde t é a temperatura na qual a densidade foi determinada. Geralmente a densidade de líqüidos é determinada através de picnômetros: recipientes construídos para permitirem a determinação do peso de um volume conhecido de líqüido. Recentemente estão disponíveis medidores eletrônicos de líqüidos, pequenas amostras de líqüido são colocados em um oscilador mecânico, a densidade é determinada medindo-se a freqüência de ressonância, que está em função da densidade do material. A vantagem é que não é necessário determinar a massa nem o volume da amostra, o que torna a medida extremamente rápida.

3 – Materiais e métodos:

Materiais:

  • picnometro;
  • pipeta 10 ml;
  • termômetro;
  • balança;
  • H2O destilado;
  • sacarose, solução a 0,25%;
  • sacarose, solução a 0,50%;
  • sacarose, solução a 0,75%;
  • sacarose, solução a 1,00%;
  • sacarose, solução a 1,25%;

Métodos:

Toma-se um picnometro limpo, e calibra-se, pesando o picnometro limpo e seco logo após com H2O destilado. Subrai-se a massa do picnometro vazio do cheio, dando o volume do picnometro. Para obter-se a densidade da H2O destilada, mede-se a temperatura (19º C) e toma-se o valor na tabela. Mede-se a massa das diferentes soluções de sacarose e subtrai-se a massa do picnometro, dando a massa das soluções de sacarose. Conhecendo todos os dados, aplica-se na fórmula " V = m / r ", para obter-se a densidade das soluções de sacarose. Constroi-se um gráfico da concentração pela densidade das soluções de sacarose com os resultados. Onde, concentração = X, densidade = Y. O gráfico segue em anexo.


4 – Resultados:

temp. H2O = 19º C

r H2O 19º C = 0,9984g/ml

m pic.v = 16,5986g

m pic.c = 43,2320g

V pic = m pic. c – m pic.v / r H2O V pic. = 43,2620 – 16,5986