Fazer pesquisa em uma ou mais carreiras específicas:

Administração Agronomia Arquitetura Arquivologia Arte Astronomia Biblioteconomia Biologia
Bioquímica Cinema Ciências Sociais Colegial Comunicação Contabilidade Desenho Industrial Direito
Diversos Economia Educação Física Enfermagem Engenharia Estatística Farmácia Filosofia
Fisioterapia Fonoaudiologia Geografia História Hotelaria Informática Letras Marketing
Medicina Nutrição Odontologia Pedagogia Produção Cultural Psicologia Química Rel. Internacionais
Secretariado Executivo Serviço Social Terapia Ocupacional Turismo Veterinária Zootecnia


Compartilhe

Tag Cloud

Geografia uma Pequena História Crítica

Trabalho por Marcelo Adriano de Moura, estudante de Geografia @ , Em 22/04/2003

5

Tamanho da fonte: a- A+

Geografia uma Pequena História Crítica


Livro: Geografia uma pequena História Crítica

Autor: Antônio Carlos Robert Morais.


Capítulo I

O Objetivo da Geografia

A introdução desde capítulo vem a questionar - o que é geografia? – parece simples, mas refere-se a um conhecimento polêmico. Na antiguidade qualquer indivíduo poderia dar uma definição, sobre este significado , ou faria definições que eram adicionadas.

A definição mais usada do que é que é geografia, se refere ao estudo da superfície terrestre. Sendo a superfície da terra uma área privilegiada, caberia a geografia descrever e analisar todos os seus fenômenos. Para este autor, existe duas classes de ciências, as especulativas e as empíricas , dividindo a geografia em humana e física . Como a geografia é uma ciência diversificada e descritiva em que busca uma visão conjunta do planeta. Alguns escritores falam sobre outro significado da superfície terrestre , como a biosfera , ou a crosta terrestre . enfim a superfície da terra é uma das linhas do pensamento geográfico .

Outra definição da geografia se trata ao estudo da paisagem com elemento da discussão das formas morfológicas e o seu funcionamento. Esta seria um organismo com funções vitas de interação ecológica. A ecologia é introduzida na geografia buscando a interação dos fenômenos distintos de uma determinada porção do espaço.

Outra questão que propõem a geografia é o estudo da individualidade dos lugares como foi colocada pelos autores Heróddo e Estrabão nas regiões por onde andaram mostrando aspectos sociais e naturais, e assim, deram o ponto de partida para a geografia regional.

A geografia também é definida como estudo a diferenciação de áreas; na qual visa a individualização das áreas, e compará-las as outras. Outro sentido para a geografia se refere ao espaço. Este conceito é vago e torna um aspecto problemático, porque vem da explicação , o que se entende por espaço. Existe três possibilidades mais usadas, em tentar explicar o que venha a ser espaço: O espaço é uma forma de conhecimento sem especificar a geografia. Seria também um atributo dos seres, sendo que, nada existe sem o seu espaço. E o espaço também é um ser exclusivo do real, característico e dinâmico. Então existiria uma maneira de pensar o espaço como objeto da geografia, só depois da afirmação efetuada, buscando a lógica e localizando os fenômenos essenciais para a dimensão do espaço.

Outros autores definem a geografia como estudo da relação homem e meio, buscando explicar e relacionar entre sociedade e natureza. Assim, procuram mostrar a ação do homem transformando o meio e a adaptação a sua maneira. Estas várias definições sobre geografia nos mostram o leque de opções que se tem para definir a geografia e cada autor usa as suas definições próprias. Isso abarcou somente a geografia iradicional e não levou ao pensamento geográfico contemporâneo, mostrando a complexidade do problema de definir a geografia . A geografia renovada procura planejar e enfatizar o pensamento geográfico tradicional. a inexistência de um consenso sobre o pensamento geográfico e algo que persiste aos dias atuais . O encaminhamento no qual nos remete é o plano da geografia tradicional.


Capítulo II

O positivismo como fundamento da geografia tradicional

As varias definições do objeto do estudo da geografia é uma linha do pensamento da geografia tradicional, sobre o positivismo. O primeiro manifesto, esta no positivismo circunscrevendo o trabalho cientifico e dominando os fenômenos, restringindo aos aspectos visíveis do real e palpáveis. A análise destes fenômenos nos mostra que a geografia é uma ciência pautada na observação, na enumeração e na classificação de fatos referentes ao espaço. As concepções presentes nestas definições impediram a geografia de chegar a um conhecimento generalizado, que ultrapassasse a descrição dos fenômenos.

Outro manifesto positivista é a idéia de que existe um único método